MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Eduardo Braga deixa CPI da Covid de lado para assar tambaqui com o prefeito de Eirunepé

Eduardo Braga não foi à CPI para aglomerar em Manaus, em evento para comer um tambaqui doado pelo prefeito de Eirunepé, Raylan Barroso
Edilânea Souza – Portal AM1*
• Publicado em 28 de junho de 2021 – 11:13
Eduardo Braga
Eduardo Braga deixa de ir à CPI da Covid-19 para aglomerar em Manaus

MANAUS, AM – Chamou atenção, na última sexta-feira, a ausência do senador Eduardo Braga (MDB) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que ouviu o deputado Luís Miranda (DEM-DF).

Na manhã de sábado, porém, Braga resolveu agir, mas não para falar de política e de investigações sobre gastos na pandemia: ele preferiu focar no tambaqui assado que ganhou do prefeito de Eirunepé, que foi o convidado VIP da comilança. Braga e Raylan Barroso (DEM) fizeram questão de mostrar afinidade durante o almoço.

No Portal da Transparência do Senado Federal, ainda não consta o valor da passagem de Braga saindo da capital brasiliense rumo a Manaus, nesse fim de semana, mas valores anteriores mostram que, em média, o custo de ida e volta é de mais de R$ 1.300. O senador também não disse por que não compareceu à CPI.

Nas redes sociais, o parlamentar já havia postado, na semana anterior, sobre o peixe e que convidaria toda a família para a refeição em sua casa. “Hoje é o grande dia de assar aquele tambaqui!!!”, escreveu Braga na postagem.

O peixe de 44,5 kg foi presente dado ao senador pelo prefeito do município de Eirunepé, Raylan Barroso (DEM) , conforme escreveu Eduardo Braga na postagem anterior; Raylan também compareceu ao “evento”.

Leia mais: Braga é criticado após postar foto segurando peixe: ‘pobre não come’

No vídeo postado no Instagram é possível ver a movimentação mostrando desde o preparo até o momento em que o tambaqui é assado. Segundo Braga, ele estava na zona Norte de Manaus reunido com seus amigos para comer o peixe. Sobre a CPI, nenhuma postagem nos últimos dias.

Luís Miranda foi o denunciante do sobrepreço da vacina contra a covid-19 vinda da Índia, a Covaxin. Luís ficou sabendo dos valores por meio de seu irmão Luís Ricardo Miranda, chefe do setor de importação do Ministério da Saúde, não aceitou o documento e comunicou o fato ao deputado.

Confira o vídeo abaixo:

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap