No AM, Bolsonaro fica com 50,29% e Haddad, 49,71%, no 2º. turno

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

29 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

No AM, Bolsonaro fica com 50,29% e Haddad, 49,71%, no 2º. turno

Após 99,95% das urnas apuradas em todo o Brasil, os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) praticamente empataram no Amazonas, nas eleições do 2º. turno,  que ocorreram neste domingo, 28, segundo informações do sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).   De acordo com o TSE, o candidato do PSL […]

No AM, Bolsonaro fica com 50,29% e Haddad, 49,71%, no 2º. turno

Após 99,95% das urnas apuradas em todo o Brasil, os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) praticamente empataram no Amazonas, nas eleições do 2º. turno,  que ocorreram neste domingo, 28, segundo informações do sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  

De acordo com o TSE, o candidato do PSL registrou 50,29% e o petista ficou com 49,71%. O percentual de votos brancos foi de 1,54% e nulos ficou em 6,22%. As abstenções foram de 7,75%. Cerca de 1,760 milhão de eleitores compareceram às urnas, apontou o TSE.

A mesma polaridade entre os candidatos do PSL e PT foi registrada no 1º. turno do pleito presidencial, no Amazonas, quando havia outros outros 11 candidatos.  Bolsonaro teve 43,50 % dos votos válidos e o petista registrou 40,28% da preferência do eleitorado, no Estado. 

Sul e Sudeste

Jair Bolsonaro foi o mais votado nas regiões Sudeste, Sul, Norte e Centro-Oeste do Brasil. Fernando Haddad ganhou apenas no Nordeste.   No Sudeste, o candidato do PSL registrou seu melhor desempenho em São Paulo, com 67,97% dos votos válidos, e no Rio de Janeiro, com 67,95%. Houve larga vantagem também em Minas Gerais (58,33%) e Espírito Santo (63,06%).

No Sul, o capitão reformado do Exército contabilizou 75,92% dos votos válidos em Santa Catarina, 68,43% no Paraná e 63,24% no Rio Grande do Sul. No Norte, levou melhor em cinco estados: Acre (77,17%), Amapá (50,20%), Amazonas (50,33%), Rondônia (72,18%) e Roraima (71,57%). Haddad conseguiu êxito no Pará (54,68%) e obteve virada em Tocantins (51,02%), onde havia perdido no primeiro turno (44,64% a 41,12%).

No Centro-Oeste, o militar conseguiu vitória tranquila no Distrito Federal (69,99%), Goiás (65,53%), Mato Grosso (66,63%) e Mato Grosso do Sul (65,22%).

Tradição

No Nordeste, Haddad manteve a tradição do PT e ganhou nos nove estados: Alagoas (60,11%), Bahia (72,56%), Ceará (71,06%), Maranhão (72,66%), Paraíba (64,98%), Pernambuco (66,5%), Piauí (76,97%), Rio Grande do Norte (63,43%) e Sergipe (67,54%).

Na contagem geral, Jair Bolsonaro recebeu mais votos em 15 estados e no Distrito Federal, enquanto Fernando Haddad foi superior em 11 estados. Com 99,21% das urnas apuradas no Brasil, o candidato do PSL tem 55,14% dos votos válidos (57,7 milhões) e o petista 44,86% (47 milhões).

Deputado federal pelo Rio de Janeiro, Bolsonaro sucederá Michel Temer (MDB) na presidência no dia 1º de janeiro de 2019. Seu mandato vai até 31 de dezembro de 2022.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading