MENU

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Em confronto com a Rocam, homem é morto na Zona Norte de Manaus

Operação da Polícia foi feita para conter o tráfico de drogas na região; um homem acabou morrendo durante o confronto com a Rocam
• Publicado em 06 de maio de 2021 – 17:36
confronto com a Rocam
Caso aconteceu na rua Guanabara, no bairro Novo Israel. Foto: Divulgação

MANAUS, AM – Um homem, ainda não identificado, foi morto durante um confronto com policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) na tarde desta quinta-feira (6). O caso aconteceu na rua Guanabara, no bairro Novo Israel, Zona Norte de Manaus.

De acordo com o delegado Daniel Vezzani, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), os policiais foram recebidos a tiros não só pelo homem, mas também por outros traficantes. A ação fazia parte de uma operação de segurança montada para combater o tráfico de drogas na região.

“Ele viu o pessoal da Rocam e começou a atirar, dando quatro tiros. Um dos policiais revidou a agressão e atirou para imobilizá-lo. Esse homem caiu na escada de uma das casas aqui na parte da rua. Nisso, mesmo enquanto ele estava caído, continuou atirando, mas não acertou os policiais”, informou Vezzani.

Leia mais: Tiroteio deixa três homens feridos na Zona Leste de Manaus

Os policiais socorreram o homem e o encaminharam para o Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul da capital. No entanto, como resultado do confronto com a Rocam, ele não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no hospital, de acordo com o delegado.

Vezzani ainda informou que uma boa quantidade de drogas foi apreendida com o homem que morreu. A arma de fogo usada pelo suspeito também foi apreendida, e deve passar por perícia. Peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) também estiveram no local para apurar as circunstâncias da morte.

“Nós vamos levar essa quantidade de droga para a DEHS. Lá, vamos instaurar um inquérito para identificar a origem. Também vamos ouvir os policiais envolvidos na ocorrência, e vamos fazer o possível para elucidar esse crime e tudo o que originou essa ocorrência”, informou.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap