Amazon Challenge: ultramaratonista do MANAUSFC é o primeiro a concluir o desafio de 18k - Amazonas1
23 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Amazon Challenge: ultramaratonista do MANAUSFC é o primeiro a concluir o desafio de 18k

Além do pioneirismo nos 18k, Vitor também já havia feito história ao se tornar o primeiro atleta a nadar os 30k, que tem largada na praia do Açutuba, no município de Iranduba e chegada na praia da Ponta Negra

Amazon Challenge: ultramaratonista do MANAUSFC é o primeiro a concluir o desafio de 18k
Foto: Leanderson Lima

O ultramaratonista do MANAUSFC, Vitor Gadelha, de 23 anos, se tornou, nesta sexta-feira, o primeiro nadador a concluir o desafio dos 18k entre a praia do Tupé e a praia da Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus. O desafio faz parte do Amazon Challenge, prova realizada de forma individual para nadadores de águas abertas.

Além do pioneirismo nos 18k, Vitor também já havia feito história ao se tornar o primeiro atleta a nadar os 30k, que tem largada na praia do Açutuba, no município de Iranduba e chegada na praia da Ponta Negra.

Leia mais: Brasileirão: Manaus FC comemora um ano do acesso à Série C

Vitor largou para o desafio às 7h13. A prova estava prevista para começar às 6h, mas acabou atrasando por conta da chuva. Mesmo com o rio “mexido”, Gadelha completou o percurso em 3 horas 54 minutos e 44 segundos.

“Foi uma prova um pouquinho difícil. O rio estava bem mexido no início devido às condições climáticas da madrugada, mas consegui vencer as dificuldades pra levar o troféu”, celebrou o jovem nadador.

Vitor falou sobre a alegria de fazer história mais uma vez, agora, nadando a prova inédita de 18k. “Já foi muito prazeroso ter sido o primeiro a fazer os 30k e agora, também me sinto muito orgulhoso de ter conseguido este feito de nadar os 18k”, comemorou.

O ultramaratonista falou ainda sobre a sua preparação para a prova. “Já venho me preparando há mais ou menos quatro meses. Consegui treinar um pouquinho durante a pandemia para ir encaixando o nado de novo. Depois entrei com um pouco mais de volume e depois com mais intensidade e consegui chegar hoje (sexta) a um nível de treino bom para fazer os 18k”, finalizou.

O ultramaratonista agora foca suas atenções para a estreia no circuito Bisa (Big Island Swimming Association), no ano que vem, em Ilha Grande, no Rio de Janeiro.

 

 

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading