Godín não espera um 'Barcelona relaxado' em jogo decisivo para a Inter

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

29 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Godín não espera um ‘Barcelona relaxado’ em jogo decisivo para a Inter

Com 11 pontos, o Barcelona já conseguiu antecipadamente a vaga nas oitavas de final e a liderança da chave, o que dá vantagem na próxima fase.

Godín não espera um ‘Barcelona relaxado’ em jogo decisivo para a Inter
(Foto: Divulgação/Inter de Milão)
A Inter de Milão faz nesta terça-feira um jogo decisivo contra o Barcelona, no estádio Giuseppe Meazza, em Milão, na luta pela classificação às oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Com sete pontos, o clube italiano está empatado na segunda colocação do Grupo F com o Borussia Dortmund, que enfrenta o Slavia Praga, na Alemanha. Como leva vantagem nos critérios de desempate, uma vitória basta contra os espanhóis para avançar.

Com 11 pontos, o Barcelona já conseguiu antecipadamente a vaga nas oitavas de final e a liderança da chave, o que dá vantagem de mando de campo na próxima fase. Mesmo sem alguns de seus principais jogadores – casos de Messi, Piqué e Sergi Roberto, poupados pelo técnico Ernesto Valverde -, o zagueiro uruguaio Diego Godín não crê em relaxamento do rival em campo nesta terça-feira.

“O feito do Barcelona de já ser o primeiro colocado não nos dá tranquilidade. É uma equipe muito boa, uma das melhores do mundo Um time que ganhar tudo. Não espero um Barcelona relaxado, esperamos o melhor deles”, disse Godín, em entrevista coletiva nesta segunda-feira. “Nosso objetivo é ganhar a partida, não pensamos em outra coisa. É a partida mais importante”.

O técnico da Inter de Milão, o italiano Antonio Conte, sabe que sua equipe vai sofrer em campo, mesmo com um Barcelona desfalcado. “Nos preparamos para mostrar nossas características (de jogo) e para tratar de conter a qualidade do Barcelona. Se pensamos em não sofrer contra o Barcelona, somos uns tontos. Todos sofrem (com os catalães). Mas é preciso estar compacto, pressionar com coragem e criar problemas quando estivermos com a bola”, explicou.

(*) Com informações da Estadão Conteúdo

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading