Ronaldinho Gaúcho e Assis teriam falsificações por vantagens fiscais - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

29 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Ronaldinho Gaúcho e Assis teriam falsificações por vantagens fiscais

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto de Assis estariam envolvidos em outros crimes além da utilização de documentos falsos para entrar no Paraguai

Ronaldinho Gaúcho e Assis teriam falsificações por vantagens fiscais

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto de Assis estariam envolvidos em outros crimes além da utilização de documentos falsos para entrar no Paraguai. A afirmação é do promotor Osmar Legal, que foi quem pediu a manutenção da prisão preventiva dos brasileiros alegando “risco de fuga e que o Brasil não extradita seus cidadãos”. Ele é o novo responsável pelo caso.

Responsável por pedir a manutenção da prisão preventiva da dupla, Osmar Legal, ainda  ressalta que “a Lei deve ser igual para todos. Seja Ronaldinho ou qualquer outro cidadão”.

Em entrevista ao Esporte Espetacular , o promotor esclareceu que a justiça do Paraguai dará ao ídolo o mesmo tratamento dado a qualquer outra pessoa investigada. 

“Eles estão sendo processados por uso de documentos de conteúdo falso. O passaporte que eles utilizaram para entrar no Paraguai foi emitido por autoridades legais, mas os dados contidos nos documentos foram adulterados. A acusação contra eles é pela utilização desses documentos. Essa investigação ainda está no início e podem haver outros atos criminosos que envolvam o Ronaldo e o Assis. É importante que eles sigam aqui no Paraguai durante esse processo.” disse o promotor. 

Durante a entrevista o promotor é questionado se poderia haver indícios de que a dupla poderia ter cometido outros crimes.

“Ainda não podemos adiantar sobre os passos das investigações, mas há indícios que outros crimes foram cometidos.” explica 

Segundo o promotor, Ronaldinho Gaúcho e Assis estariam colaborando com as investigações mas não assumiram o crime necessariamente. No Paraguai com as documentações falsificadas, a dupla poderia ter atuações fiscais ilegais. 

“Um brasileiro com documentação paraguaia poderia ter a vantagem de participar de negócios em algumas empresas no país. Que não seriam dadas sem a cidadania paraguaia.”

 

*Informações Globo Esporte

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading