MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Ex-namorada acusa cantor de Boi de agressão: ‘não vou me calar’

Agressão de Patrick à ex-namorada teria acontecido na madrugada do último domingo (21); ela diz ter registrado boletim de ocorrência
Lucas Rodrigues – Portal AM1
• Publicado em 23 de novembro de 2021 – 20:05
Agressão
Foto: Reprodução

MANAUS, AM – O cantor de toadas Patrick Herbert, do boi Garantido, foi acusado pela ex-namorada, Stephany Faria, de 28 anos, de agressão física. De acordo com ela, o caso aconteceu na madrugada do último domingo (21), no bairro Japiim, na Zona Sul de Manaus.

Stephany foi às redes sociais para denunciar o ocorrido. Em publicação na rede social Facebook, a jovem afirmou que a sensação era de que a agressão doía “na alma”, e que ela tinha “vergonha de mim mesma”. Nas fotos publicadas em seu perfil no Facebook, a jovem também aparece com marcas de agressão nos olhos, braços, barriga e até nos seios.

Leia mais: Professora é alvo de ataques virtuais após falsa denúncia de agressão, alerta sindicato

“Não me esconderei, nem ficarei calada sobre este fato. Fui agredida às 4h30 do domingo pelo meu ex-companheiro Patrick Herbert. Conseguiu transformar meu amor em ódio e dor”, afirmou ela, que disse ter registrado boletim de ocorrência contra o cantor e ter feito exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML).

“Mulheres, não aceitem passar por isso. Cortem o mal pela raiz, sim. ‘Ele não tem cara de quem faz isso’. Realmente, não tem cara, tem mãos”, finaliza o relato da jovem.

Stephany divulgou fotos das agressões em seu perfil no Facebook. Foto: Reprodução

O outro lado

Em nota divulgada nas suas redes sociais, o levantador de toadas, de 27 anos, confessou a agressão à ex-namorada, pediu desculpas e disse que lamentava a forma que seu relacionamento com Stephany chegava ao fim. Patrick se disse envergonhado com a situação, e disse que o “fato isolado não representa” seu “caráter, postura como ser humano e como profissional”.

“Minha retratação não é para justificar, achar culpado ou reduzir a minha parcela de culpa, mas sim mostrar a todos que tenho vergonha da situação que estou vivendo hoje. Nunca vivi algo assim e nem desejo a ninguém passar pelo o que tenho passado”, diz trecho da nota.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap