Manaus, 13 de junho de 2024
×
Manaus, 13 de junho de 2024

Esportes

Fifa vai pagar R$ 200 milhões a brasileiro que inventou spray de marcação de barreira

A briga judicial começou em 2017, quando Allemangne processou a entidade máxima do futebol exigindo uma indenização milionária por má-fé e uso indevido de sua invenção.

Fifa vai pagar R$ 200 milhões a brasileiro que inventou spray de marcação de barreira

(Foto: Acervo pessoal/Heine Allemagne)

Minas Gerais (MG) – Após uma longa batalha judicial contra a Fifa, o brasileiro Heine Allemagne, de 53 anos, vai receber R$ 200 milhões da Fifa por ter criado o spray usado pelos árbitros para marcar o local das faltas e a distância das barreiras.

A briga judicial começou em 2017, quando Allemangne processou a entidade máxima do futebol exigindo uma indenização milionária por má-fé e uso indevido de sua invenção. Na última terça-feira (14), o Superior Tribunal de Justiça decidiu que a empresa de Heine, a Spuni Comércio de Produtos Esportivos, deve ser ressarcida.

Heine sempre foi apaixonado por futebol e jogava como centroavante em partidas informais com os amigos na juventude. A ideia de criar o spray surgiu enquanto assistia a uma transmissão narrada por Galvão Bueno.

”A invenção surgiu quando eu estava enfrentando dificuldades financeiras. Eu trabalhava em mais de um lugar e pensei que precisava mudar meu destino e fazer parte de algo especial. Foi então que, em um dia assistindo a um jogo na TV, ouvi Galvão Bueno dizer: ‘eu quero ver o cidadão que vai manter a barreira no lugar’. E eu pensei: ‘Eu vou resolver isso agora”’, explicou.

Agora, sete anos após iniciar a ação judicial, o brasileiro teve sua invenção finalmente reconhecida e planeja continuar com novos projetos, como o desenvolvimento de um novo tipo de motor elétrico.

“Sou uma pessoa que acredita na possibilidade de melhorar o mundo. Acredito que a humanidade vai se tornar cada dia melhor e que podemos ser protagonistas dessa mudança”, concluiu.

LEIA MAIS: