MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Flordelis pede afastamento de juíza de processo e desembargadores negam

A defesa de Flordelis pediu o afastamento da juíza alegando "suspeição", quando pode ocorrer imparcialidade no julgamento do processo
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 01 de setembro de 2021 – 09:39
Flordelis pede afastamento de juíza de processo e desembargadores negam
Fernando Frazão/Agência Brasil

RIO DE JANEIRO, RJ Desembargadores da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio não aceitaram o pedido da defesa da ex-deputada federal Flordelis dos Santos para afastar a juíza Nearis dos Santos Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, do caso.

O processo de responsabilidade da juíza aponta a ex-parlamentar como mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em 2019.

Segundo a assessoria do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), a defesa de Flordelis pediu o afastamento da juíza do caso alegando “suspeição”, ou seja, o rompimento da condição imparcial da magistrada para conduzir o processo do assassinato.

Celso Ferreira Filho, desembargador-relator responsável pela análise do pedido, escreveu na decisão que uma certa “rispidez” declarada pela defesa por parte da juíza não é critério para que Arce seja afastada do processo.

Leia mais: MP pede júri popular para Flordelis

“A alegada rispidez da Excepta não deve ser considerada para fazer surgir uma exceção de suspeição onde ela inexiste. Firmeza não deve ser confundida com falta de urbanidade, assim como instrução escorreita, respeitando-se prazos, procedimentos e horários, não se transmuda em constrangimento ilegal.”

(*) Com informações da UOL

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap