MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Homem pede ajuda no cercadinho e irrita Bolsonaro: ‘Acha que tenho superpoderes’

O presidente Bolsonaro se irritou com um pedido para retirar uma decisão judicial e afirmou que não pode atender a todas as demandas solicitadas por eles
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 16 de setembro de 2021 – 14:11
Programas Auxílio Brasil e Alimenta Brasil são instituídos
Foto: Alan Santos/PR

BRASÍLIA, DF – O pedido de um apoiador deixou o presidente Jair Bolsonaro irritado na manhã desta quinta-feira (16). Essa não é a primeira vez que o presidente fica chateado com os apoiadores, nesta quarta-feira (15), Bolsonaro se irritou com o questionamento sobre as exigências do Inmetro.

Na discussão desta quinta, o apoiador reclamou de uma decisão judicial para Bolsonaro, que rebateu. “Rapaz, teu problema é de 41 anos, você não resolveu ainda? Depende de mim? Eu passo por cima da Justiça?”, disse.

Após o questionamento do presidente, o homem pediu para Bolsonaro olhar com carinho para a situação, mas o chefe do Executivo afirmou que não pode passar por cima da Justiça. “O que é olhar com carinho? Estou olhando com carinho para você agora. Se é Justiça, não passa por mim. Se tem uma sentença contra você, como eu vou mudar a sentença? Pegar o juiz e dizer ‘vem aqui, assina’. Já transitou em julgado, sei do teu caso”, disparou.

Leia mais: Defesa de ex-mulher de Bolsonaro recorre ao STF para evitar depoimento à CPI

O presidente então se dirigiu para todos os apoiadores e afirmou que não pode resolver todos os problemas. Ele ainda disse que as pessoas o procuram achando que ele tem superpoderes.

“Pessoal às vezes procura um presidente achando que tenho superpoderes, não tenho. Com esse garoto, 41 anos, ele foi injustiçado ou não, tem sentença da Justiça dizendo que ele é soldado e não terceiro sargento, como eu vou resolver o assunto dele agora?”, declarou.

Bolsonaro ainda lamentou por não poder ajudar o apoiador, mas ressaltou que não tinha como atender ao pedido. “Nem se eu chamar o comandante do Exército, ‘presidente como vou passar por cima de uma sentença já julgada’. Ficou chateado comigo, lamento”, complementou.

(*) Com informações do Uol

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap