MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Lula critica busca por 3ª via: ‘como se fizessem Enem para candidato’

O ex-presidente ainda criticou a imprensa e afirmou que a terceira via representa uma fragilidade política no Brasil
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 29 de setembro de 2021 – 11:57
Foto: Agência Brasil

SÃO PAULO, SP – Cotado para ser um dos candidatos à presidência do Brasil, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou a tentativa de inserir uma terceira via nas eleições de 2022. Para Lula, isso representa uma fragilidade política no país e ainda criticou a imprensa por procurar um candidato para concorrer contra ele e o presidente Jair Bolsonaro.

Lula ainda comparou o vestibular como se fosse um método para que a imprensa escolhesse um candidato da terceira via. “Parece que pela primeira vez na história do País setores da imprensa estão procurando candidatos. Já tentaram o [apresentador Luciano] Huck, agora o [apresentador José Luís Datena. É como se estivessem fazendo um Enem para procurar um candidato quando tudo poderia ser resolvido da forma simples”, afirmou.

Leia mais: ‘Lula tem voto, mas não consegue tomar uma tubaína na esquina’, afirma Bolsonaro

De acordo com Lula, os partidos brasileiros devem medir forças no primeiro turno, sendo uma composição de uma aliança com o único intuito de acabar com a polarização entre Bolsonaro e o PT.

“Essa busca pela terceira via reflete apenas a fragilidade política do país. Tem 32 partidos, todo mundo pode ter candidato. Mas agora os setores de comunicação decidiram fazer um vestibular para selecionar um candidato. É o empobrecimento da política”, desabafou.

O ex-presidente ainda acredita que os possíveis candidatos que vão concorrer pela terceira via buscam maneiras de atingi-lo, pois acreditam que Lula pode vencer ainda no primeiro turno. As pesquisas mostram o petista disparado nas intenções de voto, com 20 pontos percentuais à frente do presidente Bolsonaro.

Leia mais: Após ‘salvar’ Bolsonaro com carta, Temer fala sobre volta de Lula: ‘não tenho nenhuma objeção’

“Defensores do “nem nem” tem a seguinte ideia. Acham que Bolsonaro está morto, coisa que não acredito porque quem está na presidência pode se recuperar porque tem a caneta na mão. Mas eles acham que se ficarem só batendo no Bolsonaro, Lula pode ganhar no 1º turno. Então temos que bater muito no Lula também. Essa que é a lógica”, explicou.

A declaração de Lula acontece em um momento em que candidatos de outros partidos se intitulam uma saída para os eleitores que não querem votar em Lula ou Bolsonaro. Alguns nomes como os ex-ministros Sergio Moro, Luís Henrique Mandetta, o apresentador José Luiz Datena e os governadores Eduardo Leite e João Doria são possibilidades para a disputa das eleições.

(*) Com informações do Uol

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap