Em ato pró Bolsonaro, manifestantes repudiam acusações sobre fascismo

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

11 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Em ato pró-Bolsonaro, manifestantes repudiam acusações sobre fascismo

No ato esvaziado de apoio a Bolsonaro, os manifestantes negaram que desejam o fechamento do Congresso e repudiaram as acusações de serem fascistas.

Em ato pró-Bolsonaro, manifestantes repudiam acusações sobre fascismo
(Foto: Márcio Silva, Portal AM1)

Uma manifestação pró-Bolsonaro foi realizada na tarde deste sábado, 06, na avenida Djalma Batista na Zona Centro-Sul de Manaus.

No ato pacífico e esvaziado de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, os manifestantes afirmaram que discordam de outros apoiadores do presidente que desejam o fechamento do Congresso e do Legislativo.

Além disso, eles repudiaram as acusações de serem fascistas.

 

Ato esvaziado aconteceu na zona Centro-Sul de Manaus (Foto: Márcio Silva/ Portal AM1)

“Nós patriotas não aceitamos a acusação leviana dos inimigos da pátria de que quem é pró-Bolsonaro é fascista. Nós rejeitamos esse tipo de acusação leviana”, protestou um dos representantes.

Com o lema “Deus, pátria, família, armamento, liberdade e livre mercado”, os manifestantes fizeram ainda uma homenagem à Polícia Militar, e a Força Expedicionária Brasileira (FEB), pela luta na Itália contra o fascismo em 1944.

“Nós somos conservadores, cristãos e somos patriotas, nós defendemos a República e um dia fizemos um juramento, numa democracia nós defendemos as instituições, mas nós podemos criticar as pessoas que conduzem de forma leviana as instituições. Há uma grande diferença”, acrescentou o representante.

Leia também:

Manifestação pela democracia e contra Bolsonaro fecha avenida em Manaus 

Os manifestantes também cantaram o hino nacional e fizeram uma oração.

O ato que tinha previsão para seguir pela avenida Djalma Batista até as proximidades do ‘Diário do Amazonas’ ficou não saiu da avenida Pará.

Durante o ato, um veículo passou pela avenida e jogou uma mochila com capim, fazendo alusão ao fato de muitos apoiadores do presidente serem chamados de ‘gado’.

Veículo joga capim para apoiadores de Bolsonaro (Foto: Márcio Silva/ Portal AM1)

Saiba mais:

Bolsonaro chama manifestantes da oposição de ‘marginais e maconheiros’

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias