US - R$ 3,96

×

Em meio a críticas de Arthur contra Segurança, SSP mostra redução de mortes


Após o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) criticar o governador e candidato à reeleição, Amazonino Mendes (PDT), pelo aumento da onda de violência que assola a população em Manaus, o governo do estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) apresentou em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 9, dados que mostram redução no número de mortes na capital.

Os números foram apresentados durante coletiva na manhã desta quinta-feira, 9. (Amazonas1)

De acordo com a pasta, o número de homicídios caiu 11,2% no período de janeiro a julho deste ano, se comparado ao mesmo período no ano de 2017. A secretaria afirma que no período no ano passado, o registro foi de 597 homicídios e que este ano, o número é de 530 casos, sendo 67 casos a menos.

Ainda segundo os números, a Polícia Civil já prendeu 319 acusados este ano e que em julho deste ano foram registrados 94 homicídios na capital, 6,9% a menos que no mesmo período do ano passado.

No último dia 27 de julho, o secretário de segurança, coronel Anézio Paiva, afirmou que a segurança pública estava sob controle e as forças policiais estavam nas ruas para garantir a tranquilidade da população, e que, segundo ele todas as zonas estavam protegidas. O coronel fez a afirmação mesmo diante de números que apontam pelo menos um total de 60 mortes todo o mês em Manaus.

 

Leia Mais:

SSP-AM apresenta números de homicídios deste ano e diz que é menor que 2017

Prefeito desafia Amazonino e pede comando das polícias em Manaus

Governo apresenta viaturas novas, mas violência continua sem controle em Manaus

Com 60 mortes ao mês, secretário diz que sistema de segurança ‘está em ação’

Mais uma vez, Manaus é destaque no Jornal da Globo pelo alto índice de assassinatos

Contratação milionária de Amazonino não surte efeito na segurança

 

Mesmo com as afirmações e tentativas de demonstrar controle sobre a segurança na cidade, a população não vê no dia a dia resultados concretos em relação a redução da violência.

Contratação de consultoria e novas viaturas

O governo contratou este ano, por R$ 5,6 milhões o escritório internacional Giuliani Security & Safety (GSS), do ex-prefeito de Nova Iorque, Rudolph Giuliani e já antecipou de 30% do valor do serviço para que a empresa ajudasse nas medidas de segurança no estado, que até o momento apresentou apenas um relatório. O governo de Amazonino também adquiriu novas viaturas para o patrulhamento na cidade.

 

Faça um comentário