US - R$ 4,13

×

Funcionários do Hospital Adriano Jorge sinalizam paralisação nesta terça

Profissionais alegam que estão há três meses sem receber salários e que estão retirando dinheiro do próprio bolso para se locomover para o trabalho

(Reprodução)

Funcionários terceirizados da saúde do Governo do Estado que atuam na Fundação Hospital Adriano Jorge ameaçam paralisar suas atividades nesta terça-feira, 10, a partir das 7h, por cerca de duas horas. Os profissionais informaram nesta segunda-feira, 9, que estão há três meses sem receber os salários.

Por volta das 10h30 desta segunda, os trabalhadores se reuniram em frente ao hospital para informar o ato. Segundo uma das enfermeiras, além do atraso de salários, a categoria alega que precisa tirar dinheiro do próprio bolso para se locomover para o trabalho e não vem sendo ressarcida.

(Reprodução)

“Isso é indignante, porque aqui têm mães e tem gente que mora alugado e que está passando fome. E, mesmo assim, fazemos de tudo para trabalhar, porque somos profissionais. Se não formos pagos, como iremos trabalhar? Precisamos de ajuda”, disse uma das enfermeiras.

“Fica a nossa indignação ao governador. Somos trabalhadores, somos profissionais. Se a gente não vem trabalhar, a gente é ruim, mas se estamos aqui, somos ruins do mesmo jeito. Mas, e o dinheiro, cadê? Queremos o que é nosso de direito”, exclamou.

Outro lado

Em nota enviada à redação do Amazonas1, a Secretaria de Estado da Saúde (Susam) informa que o pagamento à empresa terceirizada Nurses – Serviço de Saúde da Amazônia, à qual esses terceirizados são ligados, será realizado ainda esta semana.

No entanto, enfatiza a nota, a Susam “ressalta que salários e obrigações trabalhistas de funcionários terceirizados são de responsabilidade da empresa que os contratou”.

 

Faça um comentário