Sistema vai fazer monitoramento integrado do Teste do Pezinho

US - R$ 4,18

×

Sistema vai fazer monitoramento integrado do Teste do Pezinho

A ferramenta funcionará como base de controle de informações para todas as maternidades que realizam teste até o quinto dia de nascimento da criança

O termo foi assinado pela Procuradora Geral de Justiça do Amazonas, Ieda Albuquerque; Vice-Governador Carlos Almeida; Secretário Municipal de Saúde, Marcelo Magaldi; Secretário de Estado de Saúde, Rodrigo Tobias; Promotora de Justiça, Silvana Cabral; diretora-presidente do Hemoam, Maria do Perpétuo Socorro Carvalho (Carlos Bolívar/Amazonas1)

A portaria que permitirá o monitoramento e controle dos dados da realização do Teste do Pezinho no Amazonas foi assinada nesta terça-feira, 13, pela prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em conjunto com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e o Ministério Público do Amazonas (MP-AM).

A ferramenta não terá custos para o município e funcionará como base de controle de informações para todas as maternidades que realizam o Teste do Pezinho até o quinto dia de nascimento da criança. Através de uma planilha online compartilhada, os agentes autorizados preencherão e acompanharão os dados atualizados em tempo real.

“Para a maternidade Balbina Mestrinho o Teste do Pezinho é essencial, porque nós precisamos ter tecnologia de informação avançada para estar monitorando o acompanhamento destes recém nascidos, que muitas vezes saem da maternidade e vão fazer o atendimento fora”, destaca a diretora-geral da Maternidade Balbina Mestrinho, Rafaela Faria.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, destaca que esse sistema foi criado para permitir a integração das informações de cada um dos serviços envolvidos na realização do Teste do Pezinho, em uma base de dados unificada, incluindo, além de maternidades, as Unidades Básicas de Saúde, Centros de Atenção Integral às Crianças (Caics) e o Hemoam.

Por meio da ferramento, será possível identificar crianças que não tenham realizado o Testo do Pezinho e realizar uma busca ativa aos usuários, possibilitando a diminuir 25% de nascidos vivos que hoje não realizam o testo e, consequentemente, ofertar um tratamento precoce e com a finalidade de reduzir a morbimortalidade infantil.

O sistema receberá, também, dados que incluem a data de nascimento da criança, data da alta, nome da mãe, endereço e número de telefone. A nova ferramenta será incorporada pela Susam para atender unidades de saúde dos municípios do interior do Estado.

 

Faça um comentário