Guaidó: oposição não planeja mais negociações com Maduro na Noruega
21 de janeiro de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Guaidó: oposição não planeja mais negociações com Maduro na Noruega

A Noruega tem uma longa tradição de mediação de conflitos, tendo ajudado, inclusive, a negociar um acordo de paz na Colômbia

Guaidó: oposição não planeja mais negociações com Maduro na Noruega

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, declarou que a oposição não planeja, por ora, participar de uma nova rodada de negociações com representantes de Nicolás Maduro na Noruega, depois que tentativas de mediação fracassaram no mês passado sem um acordo. 

Negociações buscando um acordo político para o país, abalado pela crise política, foram interrompidas em 29 de maio, conforme representantes da oposição repetiam pedidos para que Maduro renunciasse e permitisse que um governo de transição organizasse uma eleição presidencial. 

Reuters/Carlos Garcia Rawlins/Direitos Reservados

Durante um comício na cidade central de Valência ontem (7), Guaidó disse que mais conversas “não estão nos planos hoje”. “Por que não? Porque qualquer coisa que não nos mova na direção [da renúncia de Maduro] é inútil”, explicou. 

O Ministério de Informação da Venezuela ainda não se manifestou sobre as declarações.

Mediação

A Noruega tem uma longa tradição de mediação de conflitos, tendo ajudado, inclusive, a negociar um acordo de paz na Colômbia que levou à desmobilização do grupo Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). 

Veja também

México reforça fronteira para evitar tarifas americanas

Maduro anuncia acordo com Cruz Vermelha para entrada de ajuda no país

Crise já provocou emigração de quatro milhões de venezuelanos, diz ONU

Mas as expectativas para negociações entre os dois lados da Venezuela eram baixas desde que foram reveladas, no mês passado. A oposição perdeu fé na possibilidade de diálogo com o governo Maduro depois de reuniões, em 2016 e 2018, que terminaram em recriminações e sem acordo. 

*Com informações da Reuters.

 

(*) Com informações da Agência Brasil

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading