Homem que abusou de alunas pede para ser castrado em vez de preso

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

10 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Homem que abusou de alunas pede para ser castrado em vez de preso

O ex-professor de inglês se declarou culpado de fazer sexo com uma garota menor de idade e agredir sexualmente um ex-aluno de 18 anos.

Homem que abusou de alunas pede para ser castrado em vez de preso
(Foto: Reprodução)

Mark Lua, de 32 anos, foi condenado por abusar sexualmente de alunas, porém implorou a um juiz que o punisse com castração em vez de prisão.

O caso aconteceu Pensacola, na Flórida e foi noticiado pelo The Pensacola News Journal.

“Minhas ações foram desprezíveis. Estou disposto a me submeter à castração física, se assim puder ficar em casa e criar minha filha”, afirmou o acusado ao juiz Thomas Dannheisser, na quarta-feira, 20.

O ex-professor de inglês se declarou culpado de fazer sexo com uma garota menor de idade e agredir sexualmente um ex-aluno de 18 anos.

Além desses crimes, Mark Lua também é acusado de coagir uma terceira aluna a enviar-lhe um vídeo sexualmente gráfico.

Leia também:

Irmãos deixam aranha viúva negra picá-los para virar o Homem-Aranha

 

Com informações do Metrópoles

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias