Sérgio Moro mantém Força Nacional no combate ao desmatamento

US - R$ 4,19

×

Sérgio Moro mantém Força Nacional no combate ao desmatamento

O ministro da Justiça e Segurança Pública decidiu manter militares na Amazônia para auxiliar fiscais ambientais (Agência Brasil)

A Força Nacional de Segurança Pública vai permanecer por mais seis meses, no período de 20 de outubro até 16 de abril de 2020, em apoio às ações de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) nos estados da Amazônia. A portaria de manutenção da Força Nacional foi assinada, na semana passada, pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, dando ênfase para os militares atuarem nas unidades de conservação federais, com foco no combate ao desmatamento.  A Amazônia Legal compreende os estados do Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Rondônia, Roraima e parte dos estados do Mato Grosso, Tocantins e Maranhão.

Alerta do Inpe

Neste mês, o sistema Deter, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), apontou que o desmatamento cresceu cerca de 96% em setembro na Amazônia, na comparação com o mesmo período de 2018. O sistema dispara alertas para o orientar o Ibama, mas até o momento o instituto, no Amazonas, não tem se manifestado publicamente.

Troca de faixa
O novo cidadão do Amazonas, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux, além de receber a honraria da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE/AM), na sexta-feira, 18, também levou na bagagem sua nova graduação no Jiu-Jítsu. Ele recebeu das mãos do mestre Osvaldo Alves, a faixa vermelha.

Lei de incentivo

O vereador Jaildo Oliveira (PCdoB) apresentou na Câmara Municipal de Manaus (CMM) o projeto de lei (PL) 236/2019, que determina a instalação de lixeiras subterrâneas na capital.  O projeto, segundo ele, “tem como objetivo instalar lixeiras subterrâneas para incentivar a população”.

Lei que multa

Estranhamente, a mesma Câmara aprovou e o Executivo sancionou, no ano passado, uma lei que multa, no valor de R$ 1 mil, a pessoa que for flagrada jogando lixo fora das lixeiras. De autoria do senador Plínio Valério (PSDB), a medida mostra que a população não usa nem as lixeiras visíveis.

Avante Jovem

O presidente do diretório estadual do Avante, David Almeida, realizou na semana passada o lançamento do novo núcleo temático da legenda no Amazonas, o Avante Jovem. Quase 30% do eleitorado de Manaus tem entre 16 e 29 anos.

Agenda construtiva

David apresentará aos filiados e convidados o grupo de jovens que atuará no segmento, com o objetivo de organizar uma agenda de construção de propostas de políticas públicas da juventude para o plano estadual do partido.

(*) Conteúdo publicado, simultaneamente, na Coluna Claro&Escuro do Jornal Diário do Amazonas e Portal D24am

Faça um comentário