Manaus, 25 de fevereiro de 2024
×
Manaus, 25 de fevereiro de 2024

Cidades

Nova Carteira de Identidade Nacional começa a ser emitida no Amazonas

Nova Carteira de Identidade é válida legalmente em todo o território nacional e pode ser usada em versão digital no celular.

Nova Carteira de Identidade Nacional começa a ser emitida no Amazonas

Nova CIN conta com QR Code para validar autenticidade (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

Manaus (AM) – A nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) passou a ser emitida no Amazonas desde a quarta-feira (26). Coordenada pelo Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), a medida cumpre o Decreto nº 10.977/2022. 

A novidade do novo documento é a adoção número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como registro geral, único e válido para todo o país, bem como validações biográficas e biométricas antes da emissão da carteira.

Em Manaus, as emissões, gratuitas para a primeira via, podem ser realizadas em 15 unidades de Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs), da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc).

Para a emissão da CIN é necessário um agendamento por meio do link cinam.ssp.am.gov.br  disponível no site da SSP-AM (www.ssp.am.gov.br) e da Polícia Civil do Amazonas (www.policiacivil.am.gov.br).

A SSP afirma que não é necessário que o cidadão busque o novo documento de forma imediata, isso porque os modelos antigos de Registros Geral (RG) terão validade até fevereiro de 2032.  Quem procurou o PAC nos últimos 90 dias para emissão do RG no modelo antigo já receberá o documento no novo formato.

Em visitas as unidades do PAC o secretário de Estado de Segurança Pública do Amazonas, General Carlos Alberto Mansur, acompanhou os primeiros procedimentos na capital e salientou a modernização do sistema implantado para os atendimentos.

“O Estado do Amazonas está integrado à nova Carteira de Identidade Nacional. O que no passado levava entre 30 e 90 dias, com o novo sistema, em 10 dias o cidadão terá sua carteira em mãos”, salientou Mansur.

Vantagens

O novo modelo de identificação representa, tanto para o governo como para o cidadão, mais segurança e praticidade. Antes era possível que a mesma pessoa tivesse um número de RG por estado, além do CPF. Com a CIN, o cidadão passa a ter um número de identificação só, o que facilita sua vida. E, para o governo, há maior segurança de que aquele cidadão é ele mesmo, o que evita fraudes.

A nova carteira apresenta ainda um QR Code, que permite verificar sua autenticidade do documento, bem como saber se foi furtado ou extraviado, por meio de qualquer smartphone. Conta ainda com um código de padrão internacional chamado MRZ, o mesmo utilizado em passaportes, o que o torna ainda um documento de viagem.

A nova carteira é válida legalmente em todo o território nacional e, caso o cidadão esqueça o documento físico, por exemplo, pode apresentar a versão digital em seu celular. 

LEIA MAIS: