MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Pesquisas mostram Arthur sem força política para a eleição de governador do AM

• Publicado em 09 de maio de 2017 – 13:53
Em oito meses após reeleição, prefeito de Manaus tem alto índice de rejeição dos eleitores da cidade/Semcom

As duas últimas pesquisas eleitorais realizadas apenas com eleitores de Manaus para o governo do Amazonas, divulgadas nas últimas semanas, a da Action e a da DMP, mostram a derrocada, sete meses após vencer a reeleição, do prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB). Nas duas pesquisas, ele aparece com menos de 7% das intenções dos votos dos eleitores da cidade que governa há mais de quatro anos e praticamente sem força política para influenciar politicamente na eleição `tampão` do próximo governador.

Na pesquisa da Action, publicada no site da empresa, realizada de 17 a 20 de abril com 1.327 indivíduos, com margem de erro de 2,8 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%, as respostas espontâneas colocam Arthur Neto em sétimo lugar, com 4,6% das intenções de voto, atrás de Eduardo Braga, do PMDB (24,9%), Marcelo Ramos, do PR (6,5%), Amazonino Mendes, do PDT (4,9%), Omar Aziz, do PSD (4,8%), dos que não souberam responder (23,9%) e dos que disseram votar branco ou nulo (18,3%). Na pesquisa estimulada, em que os entrevistadores apresentam uma lista de candidatos aos eleitores, num cenário de disputa com Marcelo Ramos, Omar Aziz, Henrique Oliveira e Herbert Amazonas, Arthu aparece apenas em quarto lugar, com 9,4%.

Na pesquisa DMP, divulgada nesta terça-feira, realizada apenas em Manaus, entre os dias 05 e 08 de maio, com margem de erro de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, nas respostas espontânes, o prefeito de Manaus aparece com 0,85% das intenções de voto, atrás de Braga, Amazonino e Marcelo Ramos. A DMP constatou que 67,06% dos eleitores ainda não sabem em quem votar para governador.

Com esses números, o prefeito de Manaus perde poder para influenciar nas decisões sobre a composição da chapa de seu grupo político para a eleição do próximo governador. Nos bastidores, o que os partidários de Arthur dizem é que ele está forçando que seu filho, o deputado federal Arthur Bisneto (PSDB) seja o vive, numa chapa com o senador Eduardo Braga, na eleição que deve ocorrer até agosto ou setembro deste ano.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap