'Caboré' do CV é morto em emboscada no bairro Compensa - Amazonas1
21 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

‘Caboré’ do CV é morto em emboscada no bairro Compensa

Após o crime, os pistoleiros fugiram em sentido ignorado. Arlison não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O membro do CV estava recebendo ameaças de rivais

‘Caboré’ do CV é morto em emboscada no bairro Compensa
Foto: Josemar Antunes / Portal AM1

Arlison Brendo Morais Paes, 25, conhecido como “Caboré”, foi executado com 17 tiros na tarde desta quarta-feira (26), no beco e rua dos Escoteiros, bairro Compensa, zona Oeste da capital amazonense. Ele estava no regime condicional usando uma tornozeleira eletrônica por tráfico de drogas.

Segundo testemunhas, que preferiram o anonimato, Arlison Brendo estava sentado na entrada do beco, juntamente com um sobrinho de 17 anos, quando quatro homens, sendo dois a pé e dois em motocicleta, chegaram armados e começaram a atirar.

Na tentativa de escapar, Arlison Brendo correu para a casa da avó e se refugiou no quarto. Os criminosos invadiram o local e assassinaram o alvo com tiros na cabeça, tórax e braço.

Leia mais: Com tornozeleira, homem é executado após ser interceptado por carro

Após o crime, os pistoleiros fugiram em sentido ignorado. Arlison Brendo não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Ele era membro da facção criminosa Comando Vermelho (CV) e estava recebendo ameaças de rivais.

Foto: Josemar Antunes / Portal AM1

Durante a ação criminosa, o sobrinho da vítima foi baleado nas costas, no braço e na perna. Ele recebeu atendimento médico e está fora de perigo.

Populares informaram que Arlison Brendo estava mirando em um bairro na zona Leste por conta das ameaças de morte, mas, retorno ao bairro de origem para movimentar os negócios do tráfico de drogas.

O corpo foi removido por uma equipe do Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) abriu inquérito para investigar o assassinato.

Compensa

O bairro Compensa vem sendo disputado por facções criminosas CV, Primeiro Comando da Capital (PCC) e Família do Norte (FDN). Esta última, vem resistindo os ataques para não perder as bocas de fumo.

De janeiro até os 26 dias de agosto, 60 pessoas já morreram na região. A maior parte dos assassinos está relacionado a briga entre facções criminosas.

Leia mais: Guerra entre facções está ligada a quase 60 mortes no bairro Compensa

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading