Candidato a vereador pelo PT é preso por vender peças de carro roubado - Amazonas1
2 de dezembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Candidato a vereador pelo PT é preso por vender peças de carro roubado

Uma denúncia anônima levou as equipes policiais até o ramal Boa Fé, situada no quilômetro 6 da Estrada do Brasileirinho

Candidato a vereador pelo PT é preso por vender peças de carro roubado
Fotos: Divulgação

Francione Freitas da Silva, 33, o “Françuar do Sucatão”, foi preso na tarde de quinta-feira (29), por policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e policiais civis do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), suspeito de vender peças de carro com restrição de roubo. O fato aconteceu na sucataria do acusado, na avenida Nossa Senhora da Conceição, no bairro Cidade de Deus, na zona Norte de Manaus.

Segundo informações do capitão Soeiro, comandante da 30ª Cicom, uma denúncia anônima levou as equipes policiais até o ramal Boa Fé, situada no quilômetro 6 da Estrada do Brasileirinho, dando conta que um carro Grand Siena, de cor vermelha e placa OAL-9F11, estava sendo desmanchado.

Os policiais foram ao local e encontraram a carcaça do veículo no sítio de propriedade de um homem, conhecido como “Cabeludo”, que não foi localizado. Ele seria o responsável pelo desmonte do carro roubado nas proximidades de um supermercado no Distrito Industrial.

“Fizemos várias buscas pelo sítio, mas nenhum vestígio do proprietário do local. Durante os procedimentos, recebemos outra denúncia anônima, o qual informou que as peças do veículo estavam comercializadas no Françuar do Sucatão, no bairro Cidade de Deus”, disse.

Chegando ao local, as equipes constatam a veracidade e questionaram Francione. O mesmo disse que não poderia ser preso por concorrer a vaga de vereador em Manaus, pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Apesar do argumento, Francione foi conduzido juntamente com as peças do carro para o 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram adotadas as medidas cabíveis. Na unidade policial, ele alegou estar com Convid-19.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading