US - R$ 3,75

×

Homem é morto por andarilho na frente de esposa grávida após negar cigarro

A mulher ficou em estado de choque após seu marido ter sido esfaqueado por um andarilho e morrer na sua frente.


A esposa de Hugo Fernando de Souza Silva, 33 anos, testemunhou o homicídio do marido nesta madrugada. Grávida, ela aguardava com a vítima a chegada de mercadoria de DVD e CD no cruzamento da Avenida Salgado Filho com a Bandeirantes,  em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

A mulher ficou em estado de choque após Hugo ter sido esfaqueado por um andarilho e morrer na sua frente. “Ela não teve condições de prestar nenhuma informação”, Antonio Souza Ribas.

Para auxiliar na resolução do caso e identificar o morador de rua, a polícia civil irá até o comércio da região solicitar imagens de câmeras de segurança. O caso será será investigado pela 1ª Delegacia de Polícia.

Nas redes sociais a comoção dos amigos de Hugo começou nas primeiras horas desta quarta-feira (08). “Não sei nem o que dizer meu amigo. Você estava no momento mais feliz da sua vida, esperando seu primeiro filho e acontece uma coisa dessas”, disse Junior Benites. Outro que também lamentou foi Hugo Orlando. “De maneira fútil foi tirado de nós”.

CRIME

O homicídio ocorreu por volta das 2h de hoje, após um morador de rua ter tido um cigarro negado pela vítima.

Segundo o delegado o andarilho foi primeiro na direção de Hugo e depois pediu cigarro aos funcionários da Solurb que estavam descansando perto de traillers de lanches. Como também não conseguiu, voltou a importunar a vítima.

Neste momento o andarilho se desentendeu com Hugo. “Eles discutiram e o morador de rua deu dois golpes de faca na vítima. Um foi na mão, aparentemente quando ele tentou se defender e o segundo foi certeiro embaixo da axila esquerda. Ele morreu no local e o andarilho fugiu”, disse o delegado.

*Informações retiradas do Correio do Estado

Faça um comentário