Josué Neto organiza campanha para filiação ao novo partido de Bolsonaro
30 de outubro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
24oC  30oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Josué Neto organiza campanha para filiação ao partido de Bolsonaro

Presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas tem interesse em criar a sigla no estado para poder sair do PSD sem colocar seu mandato em risco

Josué Neto organiza campanha para filiação ao partido de Bolsonaro
Josué Neto foi elogiado pelo presidente Bolsonaro na última visita presidencial. Foto: reprodução das redes sociais

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), Josué Neto (PSD), tem se empenhado em seu propósito de apoiar a criação do novo partido do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o Aliança pelo Brasil, e já articulou uma campanha de filiação que começa dia 25, com um grande evento. 

 

Banner convocando para a reunião foi compartilhado por Josué Neto em suas redes sociais. Foto: reprodução

 

Na última sexta-feira, 03, o parlamentar divulgou em sua conta no Instagram o encontro.

A reunião, chamada de o “Primeiro Encontro de Apoiadores – Amazonas” acontecerá na sede da ALE-AM, de 8h às 18h.

Josué Neto pretende reunir simpatizantes da nova sigla para a fundação da legenda no Estado.

Neste mês de janeiro o novo partido terá eventos em vários estados do Brasil para o recolhimento de assinaturas em apoio ao registro da legenda.

O primeiro evento aconteceu em Fortaleza, no Ceará, no sábado, 4.

Josué não esconde a pretensão de se filiar à nova legenda, uma vez que já sinalizou a vontade de deixar o PSD, e vê nesta possibilidade uma forma de se desligar do atual partido sem colocar seu mandato em risco por infidelidade partidária.

Esta não foi a primeira manifestação a favor da nova sigla. Há alguns dias o presidente da ALE, também publicou em seus stories o IG no Instagram do novo partido, onde havia um compartilhamento de um “passo a passo” para quem quisesse apoiar a criação do Aliança pelo Brasil.

Para que o partido esteja apto a participar das disputas municipais deste ano é necessário ser reconhecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) até o mês de abril.

Então, se faz importante obter assinaturas válidas, ou seja, aproximadamente 500 mil eleitores atestando apoio.

Inicialmente, os advogados do presidente Bolsonaro falavam em angariar 1,5 milhão de apoio para uma margem segura. No último sábado de 2019, o grupo afirmou possuir 100.000 assinaturas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading