MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Pré-candidatura de Arthur à presidência é ‘balão de ensaio’, aponta especialista

Arthur está perdendo força dentro do PSDB o que dificulta a consolidação de seu nome para às previas da sigla para as próximas eleições
Beatriz Araújo – Portal Amazonas1
• Publicado em 28 de julho de 2021 – 11:30
Foto: George-Gianni/PSDB

MANAUS (AM) – Mesmo empenhado em consolidar seu nome como candidato às previas do PSDB para a disputa de presidente da República, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto, não deve conquistar apoio suficiente para concorrer como sucessor de Bolsonaro nas eleições de 2022. Para o cientista político Carlos Santigado, a euforia do ex-prefeito é apenas um “balão de ensaio” para outras vagas do pleito.

Com o cenário político se formando para o pleito-geral, vários nomes estão entre as especulações dos especialistas para a disputa de chefe do Executivo Federal. Entre eles estão o atual presidente, Jair Bolsonaro, ex-presidente Lula, o governador João Doria e o ex-governador Ciro Gomes; Arthur Neto não aparece em nenhum cenário nacional.

Segundo o cientista político, a ausência de Arthur como candidato é reflexo na falta de capacidade política do ex-prefeito para tal eleição. “O nome do ex-prefeito de Arthur Neto na disputa para presidente é mais um balão de ensaio – uma estratégia para se manter na mídia e não ser esquecido – até porque, Arthur não possui força para tal disputa. Os projetos dele em Manaus não tiveram referência nacional, sendo assim, ele não teria o que acrescentar em uma disputa, Arthur não possui modelos que ele mesmo possa defender para serem implantados no país”, explicou.

Em suas redes sociais, Arthur defende fortemente sua participação na corrida pela presidência e afirma o apoio do partido na disputa interna. O ex-prefeito chegou a se intitular como terceira via para as eleições presidenciais.

Leia mais: Após matéria do AM1, Arthur processa Hissa por calúnia no ‘Caso Flávio’

Para Santiago, o foco de Arthur já está voltado para o Senado Federal, uma vez que, em uma eleição no âmbito do Amazonas, ele teria mais possibilidade de êxito.

“O foco principal desse ensaio são as eleições do ano que vem no Estado do Amazonas, onde, de fato, ele quer disputar uma vaga no Senado Federal. Os conflitos entre Arthur e Omar Aziz confirmam o interesse do ex-prefeito na cadeira do senador em 2022”, analisou o cientista.

Falta de apoio

Para ser lançado pelo PSDB, o ex-prefeito teria que conquistar o apoio e consequentemente o voto de pelo menos 1/3 dos deputados e senadores da sigla durante a eleição interna. No entanto, de acordo com Santiago, Arthur está sem força para consolidar seu nome no partido.

“As previas do PSDB já está dividida entre o governador do São Paulo e o governado do Rio Grande do Sul, ambos possuem votos necessários para fazer suas inscrições e força política dentro do partido. Arthur não tem tanto prestigio e força na sigla, o que dificulta a conquista para as prévias”, finalizou Carlos.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap