MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Prefeita de Coari engata cinco contratos seguidos com a Orion e paga quase R$ 11 milhões

No mais recente, a prefeita Dulce Menezes homologou licitação para construir estádio de futebol pelo valor de R$ 3,9 milhões
HELLEN MIRANDA – PORTAL AM1
• Publicado em 29 de setembro de 2021 – 14:53

Coari, AM- Com apenas nove meses administrando o município de Coari, a prefeita interina Dulce Menezes (MDB) já garantiu à mesma empresa de engenharia diversas obras milionárias na cidade. Localizada em Manaus, a Orion Serviços Técnicos Eireli vai embolsar quase R$ 11 milhões da prefeitura municipal por meio de cinco contratos firmados até setembro deste ano.

No mais recente, a tia do ex-prefeito Adail Filho (PP) homologou uma licitação “com menor preço” para construir um estádio de futebol no município. Segundo o documento, a empresa vencedora foi justamente a Orion Serviços, que vai receber a quantia de R$ 3.985.363,28 (três milhões, novecentos e oitenta e cinco mil, trezentos e sessenta e três reais e vinte e oito centavos) pela obra.

A informação foi publicada no Diário Oficial dos Municípios e trata da Concorrência Pública nº 003/2021-CPL, “para a contratação de pessoa jurídica especializada para construção de estádio de futebol no município de Coari, sob o regime de empreitada global”.

Ainda de acordo com o extrato de despacho de homologação e adjudicação, Dulce Menezes determinou a convocação da empresa de engenharia para assinatura do contrato. No entanto, o documento não informa a previsão do início das obras e nem a vigência do acordo.

Levantamento feito pela reportagem do AM1, no Portal da Transparência do Diário dos Municípios, mostrou que a empresa Orion Serviços Técnicos ostenta outros quatro contratos com a Prefeitura de Coari.

Entre eles, um no valor de R$ 1.393.788,37 (um milhão, trezentos e noventa e três mil, setecentos e oitenta e oito reais e trinta e sete centavos) para a construção de um portal de entrada na cidade e para erguer uma praça pública. A quantia é referente ao primeiro aditivo do contrato 027/2020 firmado no ano passado e que foi aditivado em março deste ano.

A contratação inicial de mesmo valor foi assinada pela prefeita em exercício na época, Laura Macedo Coelho, que era procuradora-geral de Coari, e assumiu a gestão após Adail Filho ter sido preso durante a Operação Patrinus, suspeito de participar de um esquema de corrupção que teria movimentado mais de R$ 100 milhões.

Ou seja, pela soma, a Prefeitura de Coari vai gastar o total R$ 2.787.576,74 (dois milhões, setecentos e oitenta e sete mil, quinhentos e setenta seis, reais, setenta e quatro centavos) para a construção de uma simples praça e um portal na cidade.

Leia mais: Prefeita de Coari paga R$ 2,7 milhões por um portal e uma praça

Em outro contrato firmado na gestão de Dulce Menezes, a empresa Orion Serviços garantiu cerca de R$ 1.201.017,72 (um milhão, duzentos e um mil, dezessete reais e setenta e dois centavos) para a construção de meio fio e sarjeta em um bairro de Coari.

A empresa foi uma das vencedoras da Concorrência Pública nº 002/2021-CPL, que também contemplou outras três firmas de engenharia para o serviço em logradouros públicos. O despacho de homologação foi assinado em julho deste ano e, ao todo, as obras vão custar mais de R$ 5,5 milhões aos cofres municipais.

Além destes acordos, a Prefeitura de Coari também homologou o extrato do contrato nº 51/2021 referente à “contratação de pessoa jurídica especializada na construção da praça infantil no município de Coari”, com previsão de conclusão em 180 dias. O prazo e vigência do contrato assinado em agosto é de 240 dias.

Conforme informações do despacho que confirmou a Orion Serviços como beneficiada, a obra vai custar a quantia de R$ 1.996.628,70 (um milhão novecentos e noventa e seis mil, seiscentos e vinte e oito reais e setenta centavos). Este é um dos acordos com maior valor favorecendo a firma.

A empresa foi vencedora, ainda, da Tomada de Preço 006/2021 no valor de R$ 947.094,83 (novecentos e quarenta e sete mil, noventa e quatro reais e oitenta e três centavos) com objetivo de construir uma praça (Anfiteatro) no município. O documento foi publicado no Diário Oficial dos Municípios no dia 15 de setembro.

Empresa

Em consulta no site da Receita Federal, o AM1 constatou que a empresa de engenharia de CNPJ 28.254.636/0001-89 atende pelo nome fantasia de Orion Serviços Técnicos e Profissionais e pertence à empresária Tais de Lima Pereira.

Além de especialidade no serviço de “obras de alvenaria”, o estabelecimento apresenta outras 71 atividades secundárias. Fundada em 2017, a empresa tem sede em Manaus e possui R$ 400 mil de capital social – valor bem abaixo dos contratos milionários firmados com a Prefeitura de Coari.

Sem retorno

A reportagem, mais uma vez, procurou a Prefeitura de Coari por meio do endereço eletrônico [email protected], a fim de obter mais detalhes sobre as licitações e contratos favorecendo a empresa Orion Serviços. Porém, não houve retorno até a publicação da matéria; espaço segue aberto para posicionamento.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap