MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Prefeito de Tefé quer fechar contrato com irmão do vice

Empresa do irmão do vice-prefeito, 'Preto Veloso', ganhou uma licitação para serviços de tecnologia, porém valor do contrato está 'escondido'
Juliana Siqueira – Portal AM1
• Publicado em 03 de outubro de 2021 – 18:00
Empresa vencedora de licitação pertence ao irmão do vice-prefeito de Tefé
Foto: Reprodução

Tefé/AM – O prefeito de Tefé, Nicson Marreira (PTB), quer fechar um contrato para serviços de tecnologia e internet com a empresa de Júnior Veloso, que é irmão do vice-prefeito, Preto Veloso (PTB). O documento que trata do possível contrato foi publicado no Diário Eletrônico, no último dia 29 de setembro.

Vale lembrar que Júnior e Preto Veloso são filhos de Jucimar Veloso, mais conhecido como “Papi”, que é ex-prefeito de Tefé, entre 2011 e 2016.

Júnior foi o vencedor do Pregão Presencial nº 030/2021 e conseguiu que a sua empresa, Veloso Net Serviços de Comunicação Multimídia Eireli, conquistasse a possibilidade de fechar negócio com a Prefeitura de Tefé.

O serviço que o estabelecimento deverá realizar para o prefeito Nicson e o vice, Preto Veloso, é o de internet e tecnologia.

“Telecomunicações necessários à implantação, operação, manutenção e gerenciamento da rede municipal de serviços de transmissão e comunicação de dados em fibra óptica, com serviço de acesso dedicado à Internet plano de 1 Mb/S com solução de proteção contra-ataques distribuídos de negação de serviços (Anti-DDoS)”, diz o documento.

Acontece, porém, que, ao contrário do que se espera de um Diário Eletrônico ou Portal da Transparência, o despacho de homologação publicado no DOM não informa o valor total da contratação, deixando dúvidas sobre a eventual aquisição e evidenciando falta de transparência da prefeitura.

É possível ver, no documento, logo após as informações relacionadas à empresa, que está descrita a informação “item: 01) 200,00” que pode significar o valor do eventual contrato ou parte dele, de modo que a informação estaria incompleta.

Empresa

A empresa do irmão do vice-prefeito de Tefé atende pelo nome fantasia ‘VELOSO NET’, em Tefé, trabalhando com serviço de comunicação multimídia, além de mais 33 atividades secundárias. Parte delas divergem do foco principal da empresa, sendo serviços que nada têm a ver com tecnologia e internet: comércio de cereais e leguminosas, produtos alimentícios, transporte escolar, produtos de higiene, etc.

Aberta desde 2012, período em que o então prefeito “Papi” estava à frente da Prefeitura de Tefé, a firma de Júnior Veloso possui capital social de R$ 9 milhões.

Reclamações

Ao consultar o nome da empresa na internet, foi possível constatar que no site Reclame Aqui, há pelo menos três reclamações de pessoas que contrataram os serviços da Veloso Net, mas se arrependeram. Entre os relatos, o cliente aponta que a internet fornecida oscila bastante e que não pode nem cancelar o contrato firmado com a empresa, porque vai pagar uma multa.

Família Veloso

Júnior Veloso, o dono da empresa que ganhou a licitação, é filho do ex-prefeito Jucimar Veloso, o ‘Papi’. Jucimar governou de fevereiro de 2011 a dezembro de 2012; e depois retornou ao comando da prefeitura em setembro de 2014 até dezembro de 2016.

Em 2015, circulou a informação de que o prefeito ‘Papi’ teria nomeado uma namorada do filho no cargo de ‘agente político’ do Executivo Municipal, com salário de R$ 4,5 mil. Porém, nem na cidade a jovem morava, mas sim em Manaus, o que poderia configurar “funcionária fantasma”. A denúncia, na época, foi feita pelo então vereador Neto Andrade, durante sessão da Câmara Municipal.

O ex-prefeito, aliás, é alvo de alguns processos judiciais. Entre eles, está um de 2019, no qual Jucimar Veloso e o ex-vice-prefeito Antenor Moreira Paz, foram condenados por improbidade administrativa. Segundo a Justiça Federal, os ex-prefeitos deixaram de fornecer estrutura adequada e não capacitaram os professores para a utilização dos laboratórios de informática.

Além disso, uma denúncia feita ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM), em 2016, apontou a paralisação nas obras de reforma da Escola Municipal Augustinho de Castro, situada no bairro Comunidade Marajó, no centro de Tefé; outra denúncia também revelou uma dispensa de licitação irregular para aquisição de condicionadores de ar e um frigorífico.

Embora ‘Papi’ não seja mais prefeito, a família Veloso emplacou o outro filho, ‘Preto Veloso’, como vice-prefeito na chapa encabeça por Niscon Marreira, nas eleições de 2020, derrotando o ex-prefeito Normando Bessa.

Outro lado

O Portal Amazonas1 procurou a Prefeitura de Tefé para entender por que o valor da serviço licitado não é informado no documento, além de saber por que, mesmo sabendo que o dono da empresa é irmão do vice-prefeito, a firma foi declarada como vencedora do certame. Porém, não houve retorno até a publicação da matéria.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap