MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Prefeito do AM vai comprar R$ 2 mi em materiais de construção no mercadinho Bom Prato

Contratação do mercadinho faz parte de um eventual contrato milionário, envolvendo quatro empresas diferentes, pelo total de R$ 6,3 milhões
Juliana Siqueira – Portal AM1
• Publicado em 17 de agosto de 2021 – 14:57
Mercadinho vai receber R$ 2 milhões para fornecer materiais de construção em Novo Aripuanã
Foto: Reprodução/Facebook

Manaus, AM – Em Novo Aripuanã, interior do Amazonas, um mercadinho local vai receber R$ 2 milhões dos cofres públicos para fazer o fornecimento de materiais de construção para a administração municipal, que é de responsabilidade do prefeito Jocione Souza (PSDB).

A informação consta no Diário Oficial dos Municípios, na edição desta terça-feira (17). Assinado em 6 de agosto pelo prefeito, o documento se trata de um despacho de homologação, não sendo ainda o contrato. Mas pode ser firmado futuramente.

A contratação do mercadinho faz parte de um eventual contrato milionário, envolvendo quatro empresas diferentes, todas localizadas em Novo Aripuanã, para aquisição de produtos e materiais de construção pelo total de R$ 6.387.933,75.

Uma dessas empresas é o Mercadinho Bom Prato, cadastrado no CNPJ nº 05.460.609/0001-67, cujo dono é o empresário Rubem de Queiroz Branco, que deverá faturar R$ 2.049.454,00 da Prefeitura de Novo Aripuanã.

Com nome empresarial R. DE Q. BRANCO – EIRELI – ME, o estabelecimento tem como atividade principal “comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns.” Estão na lista de atividades a construção de edifícios, comércio de tintas, material elétrico, hidráulico, cal, areia, tijolos e telhas. Realiza, ainda, comércio de eletroeletrônicos, móveis, bicicletas, artigos de papelaria, e outros. É chama empresa faz de tudo, conforme dados consultados no site da Receita Federal.

A empresa foi aberta em 2002 e possui um capital social de R$ 200 mil.

Produtos alimentícios

Além desta instituição, chamou atenção, ainda, que o prefeito Jocione Souza pretende contratar, também, uma empresa de produtos alimentícios para fornecer materiais de construção.

Trata-se da C. DA S. BRANCO – ME, inscrita no CNPJ nº 07.335.551/0001-55, que realiza o “comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns”, mas vai receber R$ 917.995,75 para fornecer os utensílios de construção.

Com o nome empresarial de Comercial Carla Branco, a empresa foi aberta em 2005. Não há informações sobre quem são os donos da firma.

Empresa de transportes

Além disso, consta no documento, ainda, outra empresa, a da W AROUCHA – ME, inscrita no CNPJ Nº. 05.489.216/0001-86, que possivelmente será contratada por R$ 987.189,00.

Acontece, porém, que, assim como as citadas anteriormente, está também não possui como atividade principal o comércio de materiais de construção, mas sim o de “transporte por navegação interior de passageiros em linhas regulares, intermunicipal, interestadual e internacional, exceto travessia”.

No site da Receita Federal, consta que o estabelecimento foi aberto em 1985 e possui capital social de R$ 300 mil. Não há informações sobre quem são os donos da empresa.

A única

Das quatro firmas vencedoras da licitação, somente uma possui como principal atividade econômica o comércio de materiais de construção: a M. L. B. DA SILVA – ME, com CNPJ nº 05.326.515/0001-08. Este estabelecimento vai faturar R$ 2.433.295,00 dos cofres públicos.

Conforme consta no site da Receita Federal, a empresa realiza o “comércio varejista de materiais de construção em geral” e possui um capital social de R$ 90 mil. Aberta em 2002, não há informações sobre seus donos.

Resposta

A reportagem do Portal Amazonas1 entrou em contato com a Prefeitura de Novo Aripuanã, por meio das redes sociais, para obter mais detalhes sobre a eventual aquisição. Porém, não houve retorno até a publicação da matéria.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap