Projeto 'Faixa Liberada' pode ser adotado em outros bairros de Manaus, avalia prefeitura - Amazonas1
18 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Projeto ‘Faixa Liberada’ pode ser adotado em outros bairros de Manaus, avalia prefeitura

O projeto 'Faixa Liberada' está suspenso temporariamente por conta da pandemia de covid-19

Projeto ‘Faixa Liberada’ pode ser adotado em outros bairros de Manaus, avalia prefeitura
Foto: divulgação

Suspenso temporariamente devido à pandemia do novo coronavírus, o projeto Faixa Liberada, realizado no complexo turístico Ponta Negra, na zona Oeste, poderá se estender a outros bairros da cidade, cumprindo uma das metas do prefeito de Manaus, David Almeida, de oferecer atividades físicas ao ar livre e nos diversos espaços públicos voltados para o esporte.

Nesta terça-feira, 23, o titular da Subsecretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Platiny Soares, e o diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Paulo Henrique Martins, se reuniram para avaliar a ampliação do projeto, assim que possível, em outras áreas da cidade, com programações esportivas voltadas para todas as idades.

Ambos pontuaram a importância do Faixa Liberada se estender para todos os bairros, na intenção de aproximar e incentivar a população a realizar atividades físicas ao ar livre.

“Esse projeto, que leva em torno de 10 mil pessoas por semana para praticar atividades físicas na Ponta Negra, precisa ser estendido a outros bairros da cidade, com uma programação bem diversificada”, ressaltou Platiny.

Dessa forma, segundo Paulo Henrique, o Faixa Liberada vai atender aqueles que estão em busca de qualidade de vida. “Estamos trabalhando para levar o projeto a todas as zonas da cidade, por meio de atividades ao ar livre”, observou o diretor-presidente do IMMU.

 

(*) Com informações da assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]