MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Vereador de Itacoatiara que havia sido cassado resgata mandato

Justiça anulou a sessão da Câmara Municipal de Itacoatiara, na qual ocorreu a votação para cassação do parlamentar por quebra de decoro
Juliana Siqueira – Portal AM1
• Publicado em 27 de setembro de 2021 – 09:46
Vereador de Itacoatiara que havia sido cassado resgata mandato
Foto: Reprodução/Facebook

MANAUS, AM – O vereador de Itacoatiara, Robson Siqueira (PV), conseguiu resgatar o seu mandato nesse final de semana, após decisão do desembargador Délcio Luís dos Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM). O magistrado anulou a sessão da Câmara Municipal de Itacoatiara, realizada na terça-feira (21), na qual ocorreu a votação para cassação do parlamentar por quebra de decoro.

Com 12 votos a favor e quatro contra, Robson Siqueira havia perdido o mandato sob acusação de acúmulo de cargos públicos: médico na Prefeitura de Silves; médico pelo governo estadual; sargento da Polícia Militar; e ainda o cargo de vereador. A denúncia foi feita pelo vereador Júnior Galvão (PSC), aliado do prefeito da cidade, Mário Abrahim (PSC).

Na decisão, o desembargador entendeu que a comissão processante, que apura as acusações contra o parlamentar, não obedeceu aos ritos da sessão de cassação e, por isso, o expediente foi anulado.

“Estou muito feliz com a decisão do juiz […] Quem não deve, não teme. Vão ter que me aturar agora […] Eu não cometi nenhum crime, tenho certeza que o final dessa novela será muito triunfal […]”, disse Robson Siqueira, em vídeo nas redes sociais, nesse domingo (26).

Leia mais: Vereador de Itacoatiara que recebia ameaças de aliados do prefeito é cassado

Segundo o próprio vereador, a tentativa de derrubar o seu mandato se dá em razão das denúncias que ele faz contra a atual gestão da Prefeitura de Itacoatiara. Desde janeiro, Robson Siqueira já denunciou a demissão em massa de profissionais de saúde; nomeação de parentes do prefeito na administração municipal; fraude em processos de licitação; funcionários fantasmas, entre outros.

Por conta disso, ele alega que vem sofrendo ameaças de aliados do prefeito Mário Abrahim. Em transmissão ao vivo realizada pouco antes da sessão que votou sua cassação, ele relatou o que vem passando.

“Cheguei a um nível em que eu quero comunicar a vocês que estou sendo ameaçado de morte por algumas pessoas envolvidas com esse prefeito corrupto, família dele é toda envolvida com corrupção, a grande maioria porque são coniventes”, disse.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap