MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Voto impresso: deputada se atrapalha, vota errado e não consegue corrigir

A deputada federal Ângela Amin (PP) protocolou uma declaração afirmando que houve um erro no sistema; PEC foi derrotada pelo plenário
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 11 de agosto de 2021 – 15:40
Voto impresso: deputada diz que votou errado e não conseguiu corrigir
Foto: Reprodução

Brasília/DF – A deputada federal Ângela Amin (PP) votou errado nessa terça-feira (10), quando ocorreu a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do voto impresso. A parlamentar protocolou uma declaração afirmando que houve um erro no sistema.

Segundo Amin, ela se equivocou durante a sessão, votou contra a matéria, tentou retificar a posição e não conseguiu.

Ao final da votação, a PEC foi derrotada pelo plenário da Câmara dos Deputados. No total, 229 deputados votaram a favor do voto impresso. Por se tratar de uma PEC, eram necessários, no mínimo, 308 votos.

Leia mais: ‘Esticar de cordas passou de todos os limites’, dispara Lira sobre voto impresso

De acordo com a declaração protocolada pela deputada, ela tentou mudar o voto por pelo menos 20 minutos. Com o voto contrário, Ângela e o deputado Pedro Uczai (PT) foram os únicos parlamentares catarinenses em oposição ao projeto.

“Durante pelo menos vinte minutos, tentei modificar meu voto, sem sucesso. O problema no sistema INFOLEG não ocorreu apenas comigo, muitos deputados também relataram a dificuldade de registrar o voto e alguns ficaram sem votar”, escreveu Ângela na declaração.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap