MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Wilker Barreto afirma que Aleam poderá ser lacrada por falta de quórum nas sessões

Os parlamentares defenderam sessões híbridas apenas para os deputados com agendas fora da capital Manaus; os demais devem comparecer à Aleam
Edilânea Souza – Portal AM1*
• Publicado em 14 de outubro de 2021 – 14:14
Wilker Barreto alerta que Aleam poderá ser lacrada por falta de quórum nas sessões
Foto: Danilo Mello/Aleam

MANAUS, AM – Com sessões híbridas há mais de um ano, em razão da pandemia provocada pelo novo coronavírus, a maioria dos deputados estaduais, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), tem deixado o plenário da Casa esvaziado durante as sessões, principalmente as que ocorrem nas quintas-feiras, e projetos importantes para o Amazonas não são votados por falta de quórum no Parlamento Estadual.

Na manhã desta quinta-feira (14), o deputado Wilker Barreto (sem partido) cobrou o retorno, em 100%, das atividades plenárias de forma presencial. Na ocasião, o parlamentar pediu ponderação à Mesa e pediu a normatização da sessões híbridas.

“Precisamos reunir os deputados para normatizarmos a questão das sessões híbridas. Eu defendo que o deputado que vá para o interior ou para uma agenda fora da capital participe da sessão híbrida, porque isso é um avanço. Mas é inadmissível que colegas deputados que estão em Manaus usem o mecanismo da sessão híbrida”, disse Barreto.

Barreto também alertou para um possível esvaziamento do Parlamento para votações, além de faltar parlamentares nas eleições.

“Então, eu estou querendo chegar à essa discussão, sobre a situação de penalizar a Casa com esvaziamento. Eu repito: eu sou um defensor do avanço das sessões híbridas, porque muitos de nós podemos ter agendas em Brasília e outros estados e participar das discussões de forma remota. Mas estando na capital, eu acho uma falta de respeito para com o Parlamento, não é só comigo não, isso aqui é a Casa do debate. Se estamos há um ano das eleições e está assim, se nós não tomarmos providências, essa Casa vai ser lacrada. Nós vamos ter dificuldade de abrir o quórum, mas não dá para ficar de forma híbrida, no gabinete”, alertou o parlamentar.

Leia mais: Em última sessão da semana, apenas cinco deputados vão ao plenário da Aleam

Adjuto Afonso (PDT) e Carlinhos Bessa (PV) endossaram o pedido de Wilker Barreto. Carlinhos disse que já vem cobrando, há algum tempo, o retorno presencial e que tudo “tem o seu limite”, sugerindo uma portaria de suspensão.

Adjuto, por sua vez, disse que a Mesa da Aleam tem a prerrogativa e que é necessário suspender, porém, com ressalvas, para quem cumpre agenda externa fora da capital. “Não pode é as pessoas em Manaus, e botar uma fotozinha lá na televisão e dizer que está em Manaus e não participar dos debates. Isso está saindo muito caro. Um dia desses, uma pessoa me perguntou se vamos trabalhar de dentro de carros. Isso é muito ruim para o Parlamento!”, disse Adjuto.

Serafim Corrêa (PSB) também concordou com os demais parlamentares e foi usado como exemplo por Bessa, o qual disse que Corrêa foi imunizado e em todas as sessões está na Aleam para o debate. Dermilson Chagas também aparteou Wilker Barreto na defesa do retorno das sessões presenciais.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap