MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Aliados do governo cobram depoimento de deputado sobre Consórcio Nordeste

É a última oportunidade para investigar a gestão da Saúde pelos Estados na CPI da Covid, no Senado
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 08 de outubro de 2021 – 15:20
Foto: Agência Senado

BRASÍLIA, DF – Aliados do governo federal no Senado tiveram o pedido aceito para que a Comissão receba o deputado Kelps Lima, para esclarecer sobre os contratos do Consórcio Nordeste. Essa é a última oportunidade para investigar a gestão da saúde pelos Estados na CPI da Covid, no Senado.

Nas investigações da CPI da Covid-19 no Rio Grande do Norte, Kelps Lima apura os contratos firmados pelos governadores do Consórcio Nordeste. A convocação do deputado foi aprovada nesta quinta-feira (7), porém, a data do depoimento ainda não foi marcada.

“Os fatos que chegaram ao conhecimento da CPI da Covid no Rio Grande do Norte sobre o Consórcio Nordeste são gravíssimos. Envolve nove Estados da Federação e precisa ser levado ao Congresso Nacional”, explicou o presidente da CPI da Covid-19 no Rio Grande do Norte.

Agora, os governistas correm contra o tempo para que o deputado possa prestar depoimento no Senado, já que a CPI está prestes a acabar. O vice-líder do governo, o senador Marcos Rogério, afirmou que o depoimento de Lima pode acontecer no próximo dia 18 de outubro, no mesmo dia em que o ministro da Saúde Marcelo Queiroga irá à Comissão.

Leia mais: CPI da Covid aprova nova convocação de Marcelo Queiroga

“Os fatos lá são graves, vão desnudar a CPI em Brasília. O ministro da Saúde já veio aqui muitas vezes, vem de novo para repetirem as mesmas perguntas?”, questionou o senador.

A CPI no Rio Grande no Norte investiga irregularidades na compra de respiradores e outros equipamentos médicos para o combate à pandemia. Na semana passada, a Comissão convocou o secretário-executivo do Consórcio, Carlos Gabas, para prestar depoimento, mas ele preferiu ficar calado.

(*) Com informações da CNN

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap