Covid-19: novos critérios de notificação elevam números de óbitos no AM - Amazonas1

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

26 de setembro de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Covid-19: novos critérios de notificação elevam números de óbitos no AM

Com a definição dos critérios de encerramento, recomendados pelo Ministério da Saúde, haverá alteração do número de óbitos dos meses anteriores

Covid-19: novos critérios de notificação elevam números de óbitos no AM
Foto: Márcio Silva - Portal Amazonas1

O Boletim Epidemiológico dessa segunda-feira (10), divulgado pela Fundação de Vigilância e Saúde (FVS-AM), registra 18 óbitos ocorridos entre abril e junho, além de sete nas últimas 24 horas no Amazonas.

A inclusão de 18 óbitos é resultado de uma revisão epidemiológica, feita pela Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), de acordo com os novos critérios do Guia de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, que passou a considerar óbitos por covid-19 a partir de avaliação clínico-epidemiológica e exames de imagens.

Leia mais:FVS registra 90.814 pessoas recuperadas da covid-19 no Amazonas

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, informa que uma equipe de vigilância epidemiológica da  Semsa-Manaus está realizando visita em domicílios onde foram registrados óbitos que ocorreram no pico da pandemia e cujos diagnósticos não foram conclusivos.

“Nos próximos dias – muitos desses óbitos podem ser inseridos como covid positivo – se atenderem critérios como clínico-epidemiológico (contato direto de um caso positivo no período da ocorrência do óbito) e também por exame de imagem”, disse.

Para a subsecretária de Gestão da Saúde – Adriana Elias, com a definição dos critérios de encerramento recomendados pelo Ministério da Saúde, haverá alteração do número de óbitos dos meses anteriores – o que vai refletir nos óbitos acumulados. No entanto, a subsecretária afirmou, também, que  é preciso que fique claro que não há tendência de elevação no número de óbitos registrados no período de 24 horas.

Com as investigações de óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), a vigilância epidemiológica espera esclarecer melhor a causa da morte, dar um retorno à família e qualificar os dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde.

(*) Com informações da Assessoria

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

Loading