US - R$ 4,13

×

Seduc diz que nomeações de concursados estão na Sead, em Manaus

Nas redes sociais, professores denunciaram que a convocação de aprovados em Concurso Público realizado em 2018 seria adiada; Seduc diz que informação não procede

Em nota enviada ao Amazonas1 sobre reportagem veiculada no portal, a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade (Seduc-AM) comunicou que não procede a informação divulgada nas redes sociais por professores, de que a convocação da categoria que foi aprovada em Concurso Público realizado em 2018, será adiada para a manutenção de contratos temporários.

A Seduc disse que a a atual gestão está trabalhando para realizar o processo de convocação dos concursados com prioridade e já enviou o pedido de nomeação para a Casa Civil, que já foi encaminhado para Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead). 

Nas redes sociais, professores denunciaram que convocação de concursados seria adiada; Seduc desmente. (Carlos Bolívar/Amazonas1)

“Vale destacar que foram aprovados no concurso somente 3.931 profissionais do magistério. Sendo necessária, ainda, a manutenção de 2.928 contratos temporários para finalizar o ano letivo de 2019, que estão sendo discutidos com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para aprovação”, comunicou a secretaria que destacou que isso acontece porque a quantidade de profissionais aprovados foi inferior a quantidade de vagas disponibilizadas, conforme já foi informado à comissão de aprovados que buscou informações na secretaria.

Veja também:

Seduc quer adiar convocação de concursados e estender contrato de PSS

Bi Garcia pagará R$ 500 mil para Anitta; em Parintins, pobreza afeta 60%

Denúncia do AM1 sobre cachê de Anitta em Parintins é notícia nacional

“Mesmo priorizando a convocação dos concursados, que devem atuar já no segundo semestre desse ano, a Seduc-AM vai precisar manter contratações temporárias para não permitir a interrupção nas aulas da rede estadual de ensino”, finalizou a secretaria de Educação do Amazonas.

Confira a nota na íntegra:

“A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) informa que a atual gestão está trabalhando para realizar o processo de convocação dos concursados com prioridade e já enviou o pedido de nomeação para a Casa Civil, que já foi encaminhado para Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead). Ressalta, ainda, que não procede a informação de que a convocação será adiada para a manutenção de contratos temporários.

Vale destacar que foram aprovados no concurso somente 3.931 profissionais do magistério. Sendo necessária, ainda, a manutenção de 2.928 contratos temporários para finalizar o ano letivo de 2019, que estão sendo discutidos com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para aprovação.

Isso acontece porque a quantidade de profissionais aprovados foi inferior a quantidade de vagas disponibilizadas, conforme já foi informado à comissão de aprovados que buscou informações na secretaria.

Mesmo priorizando a convocação dos concursados, que devem atuar já no segundo semestre desse ano, a Seduc-AM vai precisar manter contratações temporárias para não permitir a interrupção nas aulas da rede estadual de ensino.”

Faça um comentário