MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Amom acusa CMM de dificultar acesso ao edital de construção do anexo milionário

Amom disse que não sabia da existência do edital, pois a CMM não havia disponibilizado o arquivo e, que ele teve que ir atrás do documento
Edilânea Souza – Portal AM1*
• Publicado em 14 de setembro de 2021 – 10:09
'Estamos passando o pente fino agora', diz Amom sobre construção de anexo na CMM
Foto: Robervaldo Rocha

MANAUS, AM – O vereador Amom Mandel (sem partido) usou suas redes sociais nessa segunda-feira (13) para comunicar a respeito da dificuldade de se conseguir o documento com o Edital que traz as coordenadas para a construção de um novo anexo na Câmara Municipal de Manaus (CMM), que já teve o valor de R$ R$ 31.979.575,63 (trinta e um milhões, novecentos e setenta e nove mil, quinhentos e setenta e cinco reais e sessenta e três centavos) empenhados pelo presidente da Casa, David Reis (Avante).

Segundo o parlamentar, ele mesmo teve que ir até a Comissão de Licitação exigir o documento, caso contrário, não teria acesso a ele. E, por este motivo, decidiu compartilhar o arquivo nas suas contas pessoais, na internet e para que todos possam acompanhar os detalhes da futura contratação.

“Tendo em vista a estranha dificuldade imposta para acessar esse edital, fui à comissão de licitação da câmara municipal e peguei o arquivo eu mesmo. Para todos os interessados, por TRANSPARÊNCIA, aqui está o tal edital”, escreveu Amom no Twitter, colocando o documento anexado ao post.

Leia mais: Vereadores trocam farpas para defender novo anexo de R$ 31 milhões

Leia mais: David Reis já empenhou mais de R$ 31 milhões para construção de prédio da CMM

Amom disse, ainda, que não houve publicidade desse edital no plenário ou mesmo no sistema interno da CMM, ao qual os vereadores podem consultar diversos itens que estão em pauta na Casa e, que se não fosse divulgado pela imprensa, ele não saberia o teor da nova construção.

“Fiquei sabendo através da mídia da intenção da presidência de construir mais um anexo. Não fui informado sobre nada disso antes e me recusei a assinar os atos. Vi que o edital sequer foi publicado na internet e uma burocracia estranha foi imposta para quem quiser ter acesso”, disse o vereador.

Além da divulgação do Edital na internet, o vereador deixou um “recadinho” aos internautas que, caso encontrem algum “detalhe estranho”, para avisarem, pois vai estar debruçado na leitura do documento que possui 38 páginas.

“Se alguém vir qualquer detalhe estranho, por favor me avisem. Estamos passando o pente fino agora”, finalizou.

Confira o documento na íntegra:

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap