MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Bolsonaro convida população a participar de manifestações a favor da liberdade

Na próxima terça-feira (7), os estados brasileiros devem realizar desfiles e manifestações em alusão ao Dia da Independência do Brasil
Beatriz Araújo – Portal AM1
• Publicado em 06 de setembro de 2021 – 09:42
Foto: Marcos Corrêa/PR

BRASIL – Às vésperas do Dia da Independência no país, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) convidou a população a participar dos atos e manifestações a favor da democracia, liberdade e em alusão à data comemorativa. Para o presidente, a presença nas manifestações é um direito previsto na Constituição Federal ao cidadão.

Na próxima terça-feira (7), os estados brasileiros devem realizar desfiles e manifestações em alusão ao Dia da Independência do Brasil; data é defendida principalmente por bolsonaristas, patriotas e eleitores que pedem a “revolução constitucional do país”.

Leia mais: Eduardo Bolsonaro grava vídeo com Alberto Neto e pede que apoiadores saiam às ruas em Manaus

Nesta segunda-feira (6), Bolsonaro usou as redes sociais para convocar a população para os atos. Segundo ele, será um momento de lutar em defesa da “liberdade”, conforme previsto na Constituição.

“Na próxima terça-feira, 07/setembro, comemoraremos o nosso 199° aniversário da independência do Brasil. Independência está associada à liberdade. Assim sendo, também no escopo dos incisos XV e XVI, do art. 5° da nossa CF, a população brasileira tem o direito, caso queira, de ir às ruas e participar dessa nossa data magna em paz e harmonia. O mesmo se aplica a todos os integrantes do Poder Executivo Federal que não estejam de serviço. Que a liberdade individual seja a máxima nesse marcante evento de nossa soberania”, publicou.

Em outra publicação feita por Bolsonaro, é levantado um discurso radical e patriótico em defesa do Brasil. O presidente chega a colocar, como hipótese, que o dia em que a liberdade do país for ameaçada será o momento da população lutar pelo país.

“Paz queremos com fervor, a guerra só nos causa dor. Porém, se a pátria amada for um dia ultrajada lutaremos sem temor. Quando assumi a presidência, entreguei nas mãos de Deus a minha vida. Tudo farei para garantir, um bem mais sagrado que a própria vida, que é a liberdade”, disse.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap