MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Amom denuncia ex-funcionários de David Reis como ‘fura-filas’ de indenizações da CMM

• Publicado em 28 de setembro de 2021 – 08:22

MANAUS – Mais uma polêmica envolvendo o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador David Reis, veio à tona para a população manauara. Desta vez, ex-funcionários do gabinete do vereador teriam furado fila no recebimento das indenizações pagas pela CMM. A denúncia foi feita pelo vereador Amom Mandel (sem partido), durante a sessão desta segunda-feira (27).

Durante seu discurso na tribuna, Amom criticou a tentativa dos vereadores em silenciá-lo sobre as irregularidades que o parlamento municipal tenta cometer com os recursos públicos, referindo-se, ainda, à construção do Anexo II, de cerca de R$ 32 milhões.

“Tenho promovido ações de estímulo ao pluralismo político na sociedade. Este, que tem sido desrespeitado nesta Casa, quando se tomam atitudes e discursos que tentam pressionar os pares a deixarem de promoverem ações que prejudicam a imagem desta Casa. Nenhum tipo de ação da minha parte visa ao prejuízo à imagem da Casa Legislativa, e sim um parlamento mais justo e ético!”, comunicou Amom.

Leia mais: Desembargadora rejeita ação de David Reis e veta construção de puxadinho da CMM

Em seguida, Amom afirmou que recebeu diversas denúncias na Ouvidoria da Câmara Municipal de ex-servidores que não receberam as indenizações previstas por lei, além de identificar ex-servidores que furaram a fila da gratificação.

“Recebi, no âmbito da ouvidoria da Câmara Municipal, nas minhas competências, centenas de manifestações e denúncias de ex-servidores que deixaram de receber as indenizações previstas por lei. Indenizações que já estão sendo documentadas. Entre essas denúncias, estão ex-assessores do presidente desta Casa que furaram a fila das indenizações. Recebemos a situação, por exemplo, de um ex-servidor que era paciente em tratamento contra um câncer, precisava do dinheiro para o tratamento e, devido à longa espera no Sistema Único de Saúde (SUS), veio a óbito, porque não recebeu o que era de direito. Esse tipo de coisa não pode ser admitido! [sic]”, disse.

O vereador não chegou a publicar documentos referentes a denúncias, mas a assessoria do parlamentar afirmou que, ainda nesta segunda, Amom deve comentar e apresentar as denúncias à imprensa.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap