MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Beto D’Ângelo vai pagar R$ 14 milhões para construir um muro em Manacapuru

• Publicado em 06 de julho de 2021 – 10:14

Manacapuru, AM – A construção de um muro na orla do município de Manacapuru vai custar R$ 14 milhões ao bolso do contribuinte, conforme o contrato publicado no último dia 25 de junho, no Diário Oficial dos Municípios (DOM).

Assinado pelo prefeito Beto D’Ângelo (Republicanos), o contrato milionário visa realizar obras de contenção de erosão fluvial e recuperação da orla. “Contratação de empresa de obras e serviços de engenharia para construção de muro de contenção de erosão fluvial e recuperação de orla, no Município de Manacapuru/AM”, diz trecho do documento.

O valor exato é de R$ 14.018.140,30 que será pago aos empresários Antônio Carlos Goulart e Euraney da Silva Costa, donos da empresa contratada, a COSTAPLAN CONSTRUÇÕES LTDA, cadastrada no CNPJ nº 07.228.748/0001-95.

Leia mais: TCE suspende processo de contratação de professores em Manacapuru

De acordo com o site da Receita Federal, essa firma opera desde 2005, realizando o serviço de “construção de edifícios”, além de outras 40 atividades secundárias. Com sede localizada no bairro Planalto, zona Oeste de Manaus, a empresa possui capital social de R$ 2,2 milhões, valor bem abaixo do que deverá ser pago pela prefeitura.

Os trabalhos, segundo o contrato, terão vigência de seis meses, contando do dia 17 de junho até o dia 14 de dezembro deste ano. Por mês, a empresa vai receber mais de R$ 2,3 milhões da Prefeitura de Manacapuru.

Leia mais: Beto D’Ângelo contrata R$ 10 milhões em transporte escolar, mesmo sem aulas presenciais

Vale destacar que a COSTAPLAN já foi alvo de investigação do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) no ano passado. De acordo com a ação, um contrato firmado com outro município, no valor de R$ 20 milhões para recapeamento, apresentou indícios de irregularidades e de que a empresa foi beneficiada na licitação.  

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Manacapuru, via e-mail, para saber por que houve a necessidade desta contratação, além da razão do valor milionário para as obras. Porém, não houve retorno até a publicação da matéria.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap