Manaus, 27 de maio de 2024
×
Manaus, 27 de maio de 2024

Contratos entre Prefeitura e empresas alvo da PF ultrapassam R$ 4,2 bilhões

Contratos entre Prefeitura e empresas alvo da PF ultrapassam R$ 4,2 bilhões

Manaus (AM) – Dados disponíveis no Portal da Transparência da Prefeitura de Manaus apontam que de 2003 até 2035 as empresas Tumpex – Empresa Amazonense de Coleta de Lixo Ltda. e a Construtora Marquise S/A  – alvos da Operação Entulho, deflagrada pela Polícia Federal na última terça-feira (20) – receberão, juntas, R$ 4,2 bilhões dos cofres públicos do município, caso as contratações sejam mantidas.

O valor bilionário é fruto da estimativa contratual prevista no Portal da Transparência em valores mensais e totais, e correspondentes aos serviços de limpeza pública gerenciado pela Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp).

Entre os serviços estão “coleta, carga, transporte e descarga de resíduos sólidos domiciliar, comercial e hospitalar, resíduos provenientes das atividades de varrição das vias e logradouros públicos, capina, roçada, mutirões e serviços especiais de limpeza de igarapés/córregos”.

Os contratos com as duas empresas alvo da Operação Entulho iniciaram em 2003, após uma licitação, e foram sendo prorrogados ao longo dos anos. Em dezembro de 2020, dias antes de deixar o cargo, o então prefeito Arthur Virgílio Neto, e o então secretário da Semulsp, Paulo Ricardo Rocha Farias, prorrogaram os dois contratos em mais 15 anos, finalizando em 2035.

LEIA MAIS:

Associação de policiais emite nota de repúdio contra charge

Gonçalves Dias admite adulteração em relatório da Abin

Garantido diz que R$13,6 milhões não é suficiente para disputar festival