MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Prefeitura não termina obra e deixa crianças sem creche no Tarumã

• Publicado em 27 de julho de 2021 – 19:34

MANAUS, AM – Uma creche municipal na zona oeste de Manaus está com as obras paralisadas desde 2020. A obra, que deveria ter sido entregue no prazo de 150 dias, não teve seus trabalhos retomados pela atual gestão da Prefeitura de Manaus e da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A creche está localizada na rua Peixe-Cavalo, no loteamento União da Vitória, bairro Tarumã-Açu.

O caso foi denunciado na manhã desta segunda-feira (26), pelo vereador Amom Mandel (sem partido). O vereador chegou a divulgar um vídeo nas redes sociais mostrando a escola e as obras inacabadas. Na ocasião, o parlamentar disse que havia sido proibido de entrar no local pela empresa que faz a segurança da obra. Minutos depois, entretanto, a entrada de Amom foi permitida pela segurança.

Leia mais: MP vai fiscalizar oferta de vagas em creches municipais

Em fotos divulgadas durante a visita, o terreno do prédio aparece com o mato alto e até mesmo com poças de água parada, considerado um foco de proliferação dos mosquitos da dengue. Além disso, toda a construção está com tapumes, que impedem a entrada de pessoas não autorizadas no local.

A obra iniciou em 2019, e sua conclusão estava prevista para 150 dias. No entanto, até 2021, a creche não foi inaugurada ou entregue à população para ser usada. As obras de conclusão da unidade escolar estão sendo dirigidas pela M.C.A. Construtora e estão avaliadas em mais de R$ 1,42 milhão.

Posição

Em nota, a Semed informou que as obras foram paralisadas em 2020 e que em 2021, a atual gestão tentou retomar os serviços. Segundo a secretaria, as obras não puderam ser retomadas porque o prédio foi construído em uma área alagada, à beira do igarapé.

Ainda segundo a Semed, o contrato entre a secretaria e a construtora está vigente e que a construtora espera a água do rio baixar para que a Secretaria Municipal de Infraestrutura realize drenagem tanto no igarapé quanto uma drenagem em frente à creche. Enquanto isso, a população fica sem creche e os pais sem opção para deixar os filhos em segurança e buscar o sustento da família com tranquilidade.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap