MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Cheia: com 13 municípios em emergência, nível do Rio Negro avança mais 1m em abril

Nesta sexta-feira (16), a cota do Rio Negro está em 28,14 m. Já a cota do Rio Solimões em 12,19m
• Publicado em 16 de abril de 2021 – 12:36
Cheia do Rio Negro prejudica comerciantes no Centro de Manaus/ Marcely Gomes

MANAUS, AM – O nível do Rio Negro, em Manaus, subiu  1,26m nos primeiros 15 dias de abril. Segundo informações da Defesa Civil do Amazonas, nesta sexta-feira (16), a cota do está em 28, 14m. Já a cota do Rio Solimões está em 12,19m.

De acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a cheia deste ano deve superar a enchente de 2012, quando teve o maior registro, com 29, 97 metros de profundidade, atingindo assim, a cota de inundação severa.

(Foto: Divulgação/ Secom)

Segundo o levantamento realizado pela Prefeitura de Manaus, na região urbana os bairros atingidos pela cheia de 2021 devem ser: Tarumã; Mauazinho; São Jorge; Educandos; Raiz; Betânia; Presidente Vargas; Colônia Antônio Aleixo; Aparecida; Centro; Santo Antônio; Cachoeirinha; Glória; Compensa e Puraquequara.

Saiba mais: Cheia de 2021 pode ser uma das mais severas e órgãos devem ficar em alerta

Na região rural ribeirinha, a Defesa Civil vai monitorar as comunidades Nova Canaã do Aruau; São Francisco do Aruau; Lindo Amanhecer; São Sebastião do Cuieiras; São Francisco do Chita; Bela Vista do Jaraqui; Nova Jerusalém do Minpidiau; São Sebastião do Tarumã-Mirim; Agrovilla; Cueiras do Tarumã-Açu; Nova Esperança do Apuau; Santa Isabel do Apuau; Nova Aliança do Apuau; União e Progresso; São Francisco do Tabocal; São Raimundo e o assentamento Nazaré.

Interior 

No interior do estado, 13 municípios já decretaram situação de emergência, 26 estão em situação de alerta, incluindo Manaus, e 14 em atenção. Já são mais de 50 mil pessoas afetadas nos municípios

Municípios em situação de atenção

  • Calha do Madeira:  Humaitá e Apuí
  • Calha do Alto Solimões: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Tabatinga, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Iça e Tonantins
  • Calha do Médio Amazonas: Itacoatiara, Silves, Autazes, Urucurituba e Itapiranga

Leia também: Mais um município do AM decreta situação de emergência por conta da cheia

Municípios em situação de alerta

  • Calha do Madeira: Manicoré, Novo Aripuanã, Borba, Nova Olinda do Norte
  • Calha do Purus: Beruri
  • Calha do Rio Negro: Manaus
  • Calha do Baixo Solimões: Anori, Anamã, Caapiranga, Manacapuru, Iranduba, Manaquiri, Careiro Castanho e Careiro da Várzea.
  • Calha do Baixo Amazonas: Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, Urucará, São Sebastião do Uatumã, Parintins e Maués.
  • Calha do Médio Amazonas: Itacoatiara, Silves, Autazes, Urucurituba e Itapiranga

Municípios em situação de emergência

  • Calha do Juruá:
  • Guajará – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Envira – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Eirunepé – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Itamarati – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Ipixuna – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Carauari – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Juruá – Decreto de situação de emergência por inundação

Calha do Purus:

  • Pauini – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Boca do Acre – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Lábrea – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Canutama – Decreto de situação de emergência por inundação
  • Tapauá – Decreto de situação de emergência por inundação

 

 

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap