Citado em denúncias de assédio, vice-presidente da Caixa renuncia

O escândalo na Caixa está sendo investigado pelo MPF e explodiu sobre a cabeça do ex-presidente, Pedro Guimarães. Ele foi substituído por Daniella Marques.
DA REDAÇÃO – PORTAL AM1
Publicado em 02/07/2022 08:49
Foto: Divulgação

O vice-presidente da área de Negócios no Atacado da Caixa, Celso Leonardo Derzie de Jesus Barbosa, renunciou ao cargo, informou o banco público por meio de fato relevante divulgado na noite de ontem (1º).

A renúncia ocorre na esteira das acusações de assédio sexual que levaram o economista Pedro Guimarães a pedir demissão do cargo de presidente da Caixa, na última quarta-feira (29). O caso foi revelado pelo portal Metrópoles e é investigado pelo Ministério Público Federal (MPF).

Leia mais: Guimarães deixa presidência da Caixa e nega assédio sexual: ‘acusações não são verdadeiras’

Um dos executivos mais próximos de Guimarães, Celso Leonardo Barbosa, também foi citado em denúncias de funcionárias da Caixa que já prestaram depoimento aos investigadores. A renúncia dele foi aprovada pelo Conselho de Administração do banco.

Barbosa, que nega as acusações, também é alvo de denúncia por abuso sexual apresentada na ouvidoria da Caixa. O Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Tribunal de Contas da União (TCU) também se debruçam sobre o caso.

Secretária Especial da Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade, Daniella Marques Consentino é a entrevistada no programa A Voz do Brasil.

A nova presidente da Caixa, a economista Daniella Consentino, assinou ontem (1º) o termo de posse e deve assumir o cargo na próxima terça-feira (5), em cerimônia no Palácio do Planalto.

(*) Com informações da Agência Brasil

Compartilhar:
Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

+ NOTÍCIAS