Manaus, 28 de maio de 2024
×
Manaus, 28 de maio de 2024

Cenário

David pode não ir ao debate para evitar desgastes na pré-campanha

Segundo a organização do evento, cinco pré-candidatos confirmaram a participação no debate que acontece na sede da OAB-AM.

David pode não ir ao debate para evitar desgastes na pré-campanha

(Foto: Instagram/Reprodução)

Manaus (AM) – O prefeito David Almeida (Avante) não deve ir ao debate marcado para esta sexta-feira (12), na sede da Ordem dos Advogados do Amazonas (OAB-AM), que reunirá alguns nomes que pretendem concorrer para prefeito de Manaus na eleição deste ano.

A ausência do prefeito é vista como uma forma de evitar desgaste antes mesmo do início da campanha eleitoral. O ex-deputado federal Marcelo Ramos (PT), outro potencial candidato, confirmou ao Portal AM1 que não irá ao debate.

Conforme o analista político Carlos Santiago, os debates políticos, caminhadas, reuniões e entrevistas são importantes para que o eleitorado conheça o futuro governante e tenha na eleição elementos para votar com qualidade e até para melhorar a política e os serviços oferecidos à sociedade.

“Quem ganha com isso é o eleitorado e a democracia, mas há movimentação por parte de assessores dos pré-candidatos que aconselham a não participar de um debate ou de entrevistas como forma de preservá-los neste período [..]”, disse Santiago.

Ainda segundo Santiago, as participações em debates, reuniões e entrevistas são importantes, mesmo antes da campanha, por isso, os postulantes a candidato devem ficar atentos para o que a sociedade pede.

“A vontade da sociedade é de ficar sabendo e conhecendo mais sobre os pré-candidatos; mas há também essa estratégia do candidato de não comparecer. O eleitorado saberá entender, ou não, as estratégias desses que não comparecem a esses eventos públicos como o debate”, disse.

Segundo a organização do evento, confirmaram a participação os deputados federais Alberto Neto (PL), Amom Mandel, a empresária Maria do Carmo Seffair (Novo), o deputado estadual Wilker Barreto (Mobiliza) e o advogado Marcelo Amil (PSol).

 

LEIA MAIS: