MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Pacheco tenta ser bombeiro de Brasília: ‘democracia não pode ser contestada’

A declaração ocorre após críticas do presidente Jair Bolsonaro aos ministros do STF
Da Redação – Portal AM1*
• Publicado em 19 de agosto de 2021 – 08:10

BRASÍLIA, DF – Após encontrar o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, nesta quarta-feira (18), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco destacou que “democracia não pode ser questionada como vem sendo”

“Discutimos o momento do país, da democracia, o papel de cada um dos poderes”, declarou Pacheco. “O diálogo entre representantes dos Poderes é fundamental e é o pilar essencial na democracia. Buscamos a manutenção do diálogo. Externei o respeito que tenho pelo STF. Exigimos da outra parte o respeito ao Legislativo, e todos devem respeito ao Executivo e exigem reciprocidade”, afirmou os jornalistas.

Leia mais: ‘Estarei onde o povo estiver’, diz Bolsonaro em Manaus

Ele explicou que pediu para Fux “restabelecer diálogo com o Executivo”. “Havíamos estabelecido possibilidade de reunião com o presidente da República (Jair Bolsonaro), o Senado, STF e Câmara (Arthur Lira), eventualmente com o Procurador-Geral da República (Augusto Aras). Essa reunião acabou cancelada, e é muito importante que o diálogo entre o presidente do STF e da República seja restabelecido”, disse.

A declaração ocorre após críticas do presidente Jair Bolsonaro aos ministros do STF. No último sábado (14), o presidente escreveu nas redes sociais que vai levar ao Senado um pedido para instaurar um processo de impeachment contra os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso.

“Precisamos de uma pauta propositiva e o ambiente para isso é a democracia. E a democracia não pode ser questionada como vem sendo no país. Eu considero que possa ser um reinício de uma relação positiva entre os Poderes”, destacou.

(*) Com informações da CNN

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: facebook, instagram e twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap