Dermilson dá trégua para Joana Darc em quebra de decoro e processo de cassação - Amazonas1
16 de maio de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Dermilson dá trégua para Joana Darc em quebra de decoro e processo de cassação

A trégua no processo se dá pelo fato de a deputada estar em licença-maternidade. Ele sustenta que após o período de licença, os prazos vão retornar

Dermilson dá trégua para Joana Darc em quebra de decoro e processo de cassação

,MANAUS, AM – O deputado estadual Dermilson Chagas (Podemos) encaminhou, nesta sexta-feira (16), o memorando nº 165/2021, ao presidente da Comissão de Ética da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Sinésio Campos (PT). No documento, que dá uma pequena trégua, ele pede a suspensão de apurações sobre quebra de decoro parlamentar com pedido de cassação de mandato destinado à deputada Joana Darc (PL).

Leia mais: Deputados acionam Comissão de Ética contra Joana Darc

O Memorando nº 165/2021/GDDC/ALEAM barra todos os prazos e quaisquer procedimentos referentes aos trabalhos na relatoria da Representação, na qual a deputada Joana Darc (PL) é alvo de investigação.

As apurações contra Joana iniciaram após a deputada deferir uma série de farpas contra parlamentares da casa durante a sessão em que o deputado Roberto Cidade foi eleito presidente da Aleam.

O deputado Dermilson é um dos autores da petição e relator do processo que analisa essa postura e a possível quebra de decoro parlamentar da deputada.

Divulgação Dermilson Chagas

Leia mais: ‘Declarações caluniosas’: deputados emitem nota de repúdio contra Joana Darc

A trégua

De acordo com o comunicado oficial, a trégua no processo se dá pelo fato da deputada estar em licença-maternidade. Contudo, o deputado sustenta que após o período de licença, os prazos e procedimentos irão retornar.

“A minha decisão decorre do fato de a deputada Joana Darc estar em pleno gozo de sua licença-maternidade. Portanto, esse é um direito dela, com amparo de ordem constitucional vigente no país”, declarou Dermilson Chagas.

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]