MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Descontrole: sem provas, David Almeida acusa Portal Amazonas1 de extorsão

Em declaração feita após coletiva de imprensa nesta quinta-feira (7), prefeito disse que o jornal "quer tirar R$ 160 mil por mês" do povo manauara
Redação – Portal AM1*
• Publicado em 07 de outubro de 2021 – 12:40
Abraji repercute ataque de David Almeida à jornalista do Amazonas 1
Foto: reprodução Facebook / AM1

Manaus, AM – Ao ser confrontado pela equipe do Portal Amazonas 1, nesta quinta-feira (7), sobre a investigação do Residencial Manauara II, o prefeito David Almeida (Avante) se descontrolou e acusou a diretoria do site de extorquir a Prefeitura de Manaus. Em declaração feita sem nenhuma prova, David disse que o veículo de imprensa “quer tirar R$ 160 mil por mês” do povo manauara.

A falsa acusação foi feita durante coletiva de imprensa para anúncio nas áreas de saúde e planejamento urbano, na capital. No local, David ainda tentou fugir da reportagem, mas foi seguido e confrontado pela repórter do AM1. Irritado, ele intimidou a equipe e atacou a direção do jornal.

“Você está sendo usada, seu chefe e sua chefa querem extorquir a prefeitura. Eu não vou ceder a extorsão deles. O chefe do teu blog quer extorquir o povo de Manaus. Eles querem tirar R$ 160 mil por mês da prefeitura. Isso é roubo, eu não falo com ladrões”, acusou o prefeito.

Após o escândalo na distribuição dos apartamentos do residencial Manauara 2, em agosto deste ano, o Ministério Público Federal (MPF) abriu uma investigação para apurar suspeita de irregularidades no processo de sorteio de contemplados, que incluiu parentes da filha de David, servidores da prefeitura e pessoas próximas ao prefeito.

Leia mais: MPF afirma que está apurando denúncia contra David Almeida

O caso foi amplamente denunciado pelo Portal Amazonas 1 em diversas publicações desde o dia 17 de agosto, data da entrega dos apartamentos, que teve entre as pessoas “sortudas” duas tias e uma prima de Fernanda Aryel – filha de David. A moradia construída com verba federal era destinada a famílias carentes.

Antes de ficar irritado com as indagações sobre o escândalo, que ganhou destaque nacional, o prefeito chegou a dizer que só falaria com a equipe se desligasse os equipamentos para não gravar a entrevista, o que foi negado pela jornalista do AM1.

Visivelmente incomodado, David limitou-se a responder que “o Ministério Público investiga, a prefeitura responde e a Justiça julga, sem antecipar mérito”.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap