Arrecadação do estado cai 25% por causa da pandemia, diz governador

Denúncias, sugestão de matérias e outros assuntos

11 de julho de 2020
Site auditado pelo
Manaus
23oC  33oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Arrecadação do estado cai 25% por causa da pandemia, diz Wilson Lima

Wilson Lima projeta entre três e quatro anos a estabilização econômica pós-pandemia no Amazonas

Arrecadação do estado cai 25% por causa da pandemia, diz Wilson Lima
Foto: Márcio Silva Portal Amazonas1

O impacto da pandemia de Covid-19 na arrecadação do estado foi entre 23% e 25%.

A afirmação é do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), na manhã desta segunda-feira, 25, na Rádio Tiradentes, um dia depois de informar que pretende abrir o comércio não essencial a partir do dia 1º de junho.

“O nosso maior impacto estamos sentindo nesse mês de maio. Precisamos chegar ao final do mês para fechar essa conta”, explicou o governador.

“Mas tivemos um impacto entre 23% e 25% na perda de arrecadação do ICMS e isso faz com que tenhamos que fazer reajustes nos gastos”, detalhou.

Sobretudo, no custeio da máquina. Esse cenário deve permanecer nos próximos meses de junho e julho”, afirma Wilson Lima.

Sem a pandemia de Covid-19 o Amazonas estimava uma receita bruta de R$ 18,7 bilhões para este ano.

Leia mais: Comércio poderá abrir a partir de junho no Amazonas, diz Wilson Lima

Wilson Lima afirma, ainda, que a estabilidade econômica do Amazonas pós-pandemia só deverá acontecer daqui a três ou quatro anos.

“Veremos alguma recuperação gradual nos meses de agosto, setembro e outubro”, ressaltou.

“Mesmo assim com dificuldades para chegar ao final”, avaliou Wilson.

“Ainda teremos que fazer esforços para em três ou quatro anos recolocar o estado na mesma condição econômica de antes da pandemia”, disse o governador.

Amazonas1 TV

Publicado por Amazonas1

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias