Em diplomação, Marcelo Ramos defende resgate da legitimidade política
21 de abril de 2021
Site auditado pelo
Manaus
24oC  29oC
Buscar

Redes Sociais

[email protected]

Em diplomação, Marcelo Ramos defende resgate da legitimidade política

Ao ser diplomado deputado federal pela primeira vez, o advogado e ex-deputado estadual Marcelo Ramos (PR) afirmou que espera contribuir para resgatar a legitimidade política de representantes no Parlamento, atualmente, colocada em xeque pela opinião pública. “Assumo meu primeiro mandato de deputado federal com o olhar voltado para os problemas que mais afligem a população, […]

Em diplomação, Marcelo Ramos defende resgate da legitimidade política

Ao ser diplomado deputado federal pela primeira vez, o advogado e ex-deputado estadual Marcelo Ramos (PR) afirmou que espera contribuir para resgatar a legitimidade política de representantes no Parlamento, atualmente, colocada em xeque pela opinião pública.

Marcelo Ramos em momento de agradecimento, no evento de diplomação dos eleitos (Assessoria de Imprensa)

“Assumo meu primeiro mandato de deputado federal com o olhar voltado para os problemas que mais afligem a população, entre eles o desemprego e a necessidade real de transparência. Dessa forma, espero contribuir para que a população volte a enxergar na classe política a sua legítima representação”, disse Ramos.

O advogado estava entre os oito deputados federais eleitos que foram diplomados nesta segunda-feira, 17, pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargador João Simões. Além dos federais, receberam o diploma de eleito, os 24 deputados estaduais, governador e vice.  

Após o fim das eleições, Marcelo tem percorrido bairros da capital e municípios do interior para agradecer os votos e colocar seu mandato e telefone pessoal à serviço da população. “Neste retorno aos locais em que estive pedindo votos, tenho colocado que não abrirei mão de manter esta proximidade com o povo nem de continuar percorrendo cada recanto do Amazonas para acompanhar os problemas de perto”, concluiu.

(*) Com informações da Assessoria de Imprensa

COMENTÁRIOS

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do portal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio ou poste spam.

Cadastre-se em nosso newsletter

E fique sempre informado com as últimas notícias

[email-subscribers-form id="1"]