MENU
Logo Amazonas Um

Copyright © Portal Amazonas1. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.

Empresa do ramo alimentício vai fornecer materiais elétricos para Urucurituba

O prefeito da cidade, José Claudenor de Castro Pontes (PT), mais conhecido como ‘Sabugo’, contratou a empresa por R$ 47,9 mil
Juliana Siqueira – Portal AM1
• Publicado em 31 de agosto de 2021 – 19:00
Empresa do ramo alimentício vai fornecer materiais elétricos para Urucurituba
Foto: Reprodução

Urucurituba, AM – O prefeito de Urucurituba, José Claudenor de Castro Pontes (PT), mais conhecido como ‘Sabugo’, decidiu comprar materiais elétricos para a administração municipal. O que chama atenção é que a compra será feita em uma empresa especializada no ramo alimentício – o que nada tem a ver com materiais elétricos.

O contrato nº 159/2021 foi publicado no Diário Oficial dos Municípios (DOM), nessa segunda-feira (30). Mas, vale ressaltar, ainda, que o documento foi divulgado com três meses de atraso, uma vez que foi assinado no dia 3 de maio pelo prefeito Sabugo.

De acordo com o documento, a contratada é a empresa JCD CAMPOS EIRELI-EPP, inscrita no CNPJ nº 09.169.363/0001-20. O Portal AM1 consultou o cadastro da empresa no site da Receita Federal e constatou que a firma possui como principal atividade econômica o “comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios”.

A venda de materiais elétricos vem aparecer somente entre as cerca de 80 atividades secundárias que a empresa realiza. Os serviços variam entre confecção de roupas, obras, comércio de veículos, transporte escolar, entre outros.

Com capital social de R$ 1,3 milhão, o dono do estabelecimento é o empresário João Carlos Dias Campos.

A aquisição inusitada – que vai custar R$ 47.933,00 aos cofres públicos – deve atender as secretarias municipais de Infraestrutura e a de Educação e Cultura em Urucurituba. O prazo de execução dos serviços é de oito meses e deve encerrar em 31 de dezembro de 2021.

“Contratação de pessoa jurídica para fornecimento de materiais elétricos do saldo residual da ata de registro de preço do pregão presencial nº 005/2020 – LT02 – Materiais Elétricos, em atendimento às necessidades Secretaria Municipal de Infraestrutura e Secretaria Municipal de Educação e Cultura da Prefeitura Municipal de Urucurituba”, diz o documento.

Alvo de operação

A contratação ocorre cerca de três meses após o prefeito Sabugo ter sido preso por conta dos desdobramentos da Operação ‘Coleta de Luxo’, deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM). Além dele, foram presos também o irmão do gestor, José Júlio de Castro Pontes, e a secretária municipal de Finanças, Eliana da Cunha Melo.

Leia mais: Suspeito de corrupção, prefeito de Urucurituba é solto e recebe ‘recepção de herói’

Entre os crimes apurados, de um modo geral, as condutas dizem respeito ao direcionamento de licitações e lavagem de dinheiro, com a presença marcante de agentes públicos intimamente ligados às empresas vencedoras de certames licitatórios e crescente incompatibilidade patrimonial com os respectivos ganhos dos envolvidos.

Sem resposta

O contrato não informa mais detalhes sobre o motivo da aquisição ou quais materiais elétricos serão fornecidos. Diante disso, o Portal AM1 entrou em contato com a Prefeitura de Urucurituba para obter mais informações e esclarecimentos sobre a aquisição. Não houve, entretanto, retorno até a publicação da matéria.

Acompanhe em tempo real por meio das nossas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Publicidade

Publicidade

MATÉRIAS RELACIONADAS

Copy link
Powered by Social Snap